sicnot

Perfil

Mundo

EUA anunciam acordo provisório com Rússia para cessar-fogo na Síria

O secretário de Estado norte-americano, John Kerry, anunciou hoje que foi conseguido um "acordo provisório" com o seu homólogo russo, Sergei Lavrov, para um cessar-fogo na Síria nos próximos dias.

© Rodi Said / Reuters

"Foi alcançado um acordo provisório, um princípio de acordo" com Lavrov para travar as hostilidades "nos próximos dias", disse Kerry em Amã, durante uma conferência de imprensa com o ministro dos Negócios Estrangeiros da Jordânia, Naser Judeh.

O responsável norte-americano, que não apresentou datas ou mais detalhes do acordo, disse, na sua intervenção, que "quase se chegou a um acordo sobre as modalidades para o cessar-fogo".

Kerry limitou-se a garantir que havia mantido contactos com o seu homólogo russo a partir da capital jordana, para onde viajou na tentativa de relançar o processo de paz entre israelitas e palestinianos.

Para a imprensa, o secretário de Estado dos Estados Unidos insistiu em que a guerra síria não pode ser vencida pela força das armas e sublinhou que uma solução política "com um governo transitório sem (o Presidente Bashar) al-Assad" é a única alternativa para a situação na Síria.

Está previsto que Kerry se reúna hoje, em Amã, com o rei Abdullah da Jordânia e com o presidente da Autoridade Palestiniana, Mahmud Abbas.

Kerry e Lavrov mantiveram contacto telefónico, no sábado, em que analisaram "os progressos na redação de um projeto com uma série de opções para que se cesse as hostilidades", ainda que efetivamente ainda não se tenha alcançado um acordo, informou o Governo dos Estados Unidos.

"O secretário de Estado Kerry expressou o seu desejo de que o cessar-fogo possa ser alcançado no menor tempo possível", acrescentou o comunicado do Governo norte-americano.

Os Estados Unidos e a Rússia anunciaram a 11 de fevereiro, na Alemanha, um acordo para alcançar um cessar-fogo na Síria numa semana, prazo que já expirou há vários dias.

Em quase cinco anos de conflito na Síria, segundo a ONU, pelo menos 260 mil pessoas morreram e cinco milhões de sírios procuraram refúgio no estrangeiro.

Lusa

  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.