sicnot

Perfil

Mundo

Detidas 14 pessoas suspeitas de ligações aos atentados em Ancara

Catorze pessoas foram formalmente acusadas na Turquia por ligações ao atentado suicida da semana passada contra uma coluna de veículos militares em Ancara, que matou 28 pessoas e feriu mais de 60.

Ao todo vinte e uma pessoas foram detidas e levadas a tribunal mas, segundo a televisão estatal russa, sete foram libertadas sem qualquer acusação.

Já os 14 arguidos vão aguardar julgamento em prisão preventiva.

São suspeitos de auxílio a organização terrorista, fraude e falsificação de documentos.

O ataque já foi reivindicado por um grupo de militantes curdos mas o Presidente Erdogan insiste no envolvimento do PKK e da milícia siría-curda, apoiada pelos Estados Unidos pelo combate ao Estado Islâmico, na guerra contra os jihadistas na vizinha Síria.

  • Explosão em Ancara faz 28 mortos
    2:25

    Mundo

    Uma explosão em Ancara, na Turquia, que fez 28 mortos e mais de 60 feridos. O ataque com um carro armadilhado ocorreu numa zona com forte presença militar que fica a 300 metros do Parlamento turco.

  • Turquia atribui atentado de Ancara ao PKK e às milícias curdas
    1:21

    Mundo

    A Turquia acusa o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) e as milícias curdas da Síria de responsabilidade pelo atentado de ontem em Ancara que matou 28 pessoas e feriu 65. Já esta manhã, num novo atentado, seis soldados turcos foram mortos no sudeste do país , numa provincia de maioria curda.

  • Presidente da Turquia culpa a milícia síria-curda do atentado suicida de Ancara
    2:00

    Mundo

    O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, diz que a milícia síria-curda, a quem atribui a autoria do atentado suicida de Ancara, está a utilizar armas fornecidas pelos Estados Unidos contra civis. Tayip Erdogan diz que vai prosseguir os ataques contra o grupo, no norte da Síria. O atentado suicida em Ancara matou 28 pessoas e menos de 24 horas depois, uma coluna militar que procedia a uma ação de desminagem foi atingida por uma explosão no sudoeste da turquia. Seis soldados não sobreviveram aos ferimentos e acabaram por morrer.

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • Sociedade de Pneumologia recomenda cuidados com calor e incêndios

    País

    A Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) alertou esta quarta-feira para os riscos respiratórios decorrentes dos incêndios e temperaturas elevadas, sobretudo para quem sofre de doenças crónicas, propondo medidas preventivas e recordando o aumento de mortalidade associado ao calor.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira

  • "Estou grávida! Estou a morrer!"
    1:14
  • Mulher vive sozinha numa ilha há 40 anos

    Mundo

    Zoe Lucas é a única pessoa a viver numa ilha canadiana, no norte do Atlântico. Nas últimas quatro décadas, a mulher de 67 tem partilhado a ilha Sable com cerca de 400 cavalos selvagens e 350 espécies de pássaros.