sicnot

Perfil

Mundo

Detidas 14 pessoas suspeitas de ligações aos atentados em Ancara

Catorze pessoas foram formalmente acusadas na Turquia por ligações ao atentado suicida da semana passada contra uma coluna de veículos militares em Ancara, que matou 28 pessoas e feriu mais de 60.

Ao todo vinte e uma pessoas foram detidas e levadas a tribunal mas, segundo a televisão estatal russa, sete foram libertadas sem qualquer acusação.

Já os 14 arguidos vão aguardar julgamento em prisão preventiva.

São suspeitos de auxílio a organização terrorista, fraude e falsificação de documentos.

O ataque já foi reivindicado por um grupo de militantes curdos mas o Presidente Erdogan insiste no envolvimento do PKK e da milícia siría-curda, apoiada pelos Estados Unidos pelo combate ao Estado Islâmico, na guerra contra os jihadistas na vizinha Síria.

  • Explosão em Ancara faz 28 mortos
    2:25

    Mundo

    Uma explosão em Ancara, na Turquia, que fez 28 mortos e mais de 60 feridos. O ataque com um carro armadilhado ocorreu numa zona com forte presença militar que fica a 300 metros do Parlamento turco.

  • Turquia atribui atentado de Ancara ao PKK e às milícias curdas
    1:21

    Mundo

    A Turquia acusa o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) e as milícias curdas da Síria de responsabilidade pelo atentado de ontem em Ancara que matou 28 pessoas e feriu 65. Já esta manhã, num novo atentado, seis soldados turcos foram mortos no sudeste do país , numa provincia de maioria curda.

  • Presidente da Turquia culpa a milícia síria-curda do atentado suicida de Ancara
    2:00

    Mundo

    O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, diz que a milícia síria-curda, a quem atribui a autoria do atentado suicida de Ancara, está a utilizar armas fornecidas pelos Estados Unidos contra civis. Tayip Erdogan diz que vai prosseguir os ataques contra o grupo, no norte da Síria. O atentado suicida em Ancara matou 28 pessoas e menos de 24 horas depois, uma coluna militar que procedia a uma ação de desminagem foi atingida por uma explosão no sudoeste da turquia. Seis soldados não sobreviveram aos ferimentos e acabaram por morrer.

  • Marcelo não comenta proposta sobre nomeação do governador do BdP
    0:14

    Economia

    Marcelo Rebelo de Sousa não quis comentar a proposta do grupo de trabalho para a reforma da supervisão financeira, que recomenda que o governador do Banco de Portugal seja nomeado pelo Presidente da República. Marcelo não quis comentar o assunto esta quarta-feira durante a tomada de posse do Reitor da Universidade de Lisboa.

  • Habitantes da favela da Rocinha temem novo episódio violento
    2:54

    Mundo

    Localizada no Rio de Janeiro, a Rocinha, maior favela do Brasil, foi palco de um tiroteio entre traficantes, no último fim de semana. Agora, pelo terceiro dia consecutivo, a polícia do Rio de Janeiro está a fazer um cerco em algumas favelas cariocas à procura de traficantes. A comunidade está assustada e receia que episódios violentos como este se repitam.