sicnot

Perfil

Mundo

O mundo tem 3,2 mil milhões de internautas

O número de pessoas no mundo com acesso à internet aumentou para 3,2 mil milhões no final de 2015, mas outras 4,1 mil milhões não podem estar 'online', segundo um estudo publicado pela rede social norte-americana Facebook.

© Darren Staples / Reuters

Cerca de 200 milhões de pessoas passaram a ter acesso à internet no ano passado, com "dados mais acessíveis e um aumento das receitas mundiais", precisa-se no relatório sobre "o estado da conectividade", o segundo deste tipo publicado pelo grupo.

De acordo com o Facebook, o resto da população mundial precisa de ajuda para poder aceder à rede e às oportunidades económicas que representa.

"O mundo desenvolvido está largamente 'online', mas o mundo em desenvolvimento está muito atrás", escreve o grupo, que tem um interesse financeiro em que o maior número de pessoas possível possa conectar-se e eventualmente ligar-se aos seus serviços.

"As zonas urbanas estão conectadas, muitas zonas rurais não estão. Onde há menos dinheiro é menor a possibilidade de estar em linha. Em muitos países, as mulheres usam menos a internet do que os homens. Mesmo que o mundo inteiro fosse dotado das infraestruturas necessárias, cerca de mil milhões de pessoas permaneceriam analfabetas ou incapazes de beneficiar dos conteúdos online", detalha-se no documento.

No relatório, afirma-se que melhorar o acesso à internet é "um desafio maior", que vai exigir "a cooperação de muitas partes através da inovação e do investimento".

Os autores do estudo dizem ainda que sem mudanças significativas no panorama atual, mais de três mil milhões de pessoas continuarão offline em 2020.

Lusa

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.