sicnot

Perfil

Mundo

Coluna humanitária entra na cidade sitiada de Kafr Batna nos arredores de Damasco

Uma coluna humanitária da ONU e do Crescente Vermelho Árabe Sírio (federada da Cruz Vermelha Internacional) chegou hoje à cidade síria sitiada de Kafr Batna, o principal bastião da oposição localizado nos arredores de Damasco.

(Arquivo/Reuters)

(Arquivo/Reuters)

© Ammar Abdullah / Reuters

Numa mensagem na rede social Twitter, o gabinete de coordenação dos assuntos humanitários da ONU (OCHA) na Síria informou que a coluna transportou alimentos e medicamentos para cerca de 10 mil pessoas em Kafr Batna.

A organização Crescente Vermelho Árabe Sírio confirmou, também através do Twitter, o envio de 15 camiões com ajuda humanitária para Kafr Batna.

Há cerca de uma semana, o governo sírio autorizou a ONU a enviar ajuda humanitária para oito localidades sírias sitiadas, incluindo Kafr Batna, cercada pelas forças do regime do Presidente sírio, Bashar al-Assad.

Esta autorização surgiu depois de uma visita a Damasco do enviado especial das Nações Unidas para a Síria, o veterano diplomata italo-sueco Staffan de Mistura.

Na capital síria, o diplomata reuniu-se na altura com o ministro dos Negócios Estrangeiros sírio, Walid al-Mualem, e, depois do encontro, afirmou que a ONU ia tentar levar ajuda às áreas sitiadas, uma ação que, segundo o enviado especial, iria testar a vontade do governo sírio.

Nos dias seguintes foram organizadas várias colunas humanitárias que transportaram alimentos e medicamentos, entre outros bens, para várias populações cercadas tanto pelas forças pró-regime como pelos grupos da oposição.

Segundo a ONU, cerca de 486.000 pessoas vivem em 18 zonas cercadas no território sírio, a maioria por forças militares do regime, e precisam de uma ajuda urgente.

Lusa

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    1:41
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.

  • A SIC visitou os bastidores do Santuário de Fátima
    7:43
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52