sicnot

Perfil

Mundo

David Cameron volta a defender que o Reino Unido só perde com a saída da UE

David Cameron volta a defender que o Reino Unido só perde com a saída da UE

O primeiro-ministro britânico, David Cameron, afirmou que 3 milhões de empregos dependem dos acordos de comércio com os Estados-membros da União Europeia. Ontem, depois do "mayor" londrino, Boris Johnson, ter anunciado que vai fazer campanha a favor do Brexit, a libra caiu para o valor mais baixo dos últimos sete anos, face ao dólar.Administradores de quase 200 empresas defendem que o Brexit representa uma ameaça para a economia.

  • Agência Moody's avisa que Brexit terá impacto no rating do Reino Unido
    2:15

    Economia

    A agência Moody's avisa que o Brexit terá impacto no rating do Reino Unido. A libra teve num dia a maior queda em 7 anos. David Cameron apresentou oficialmente ao Parlamento britânico a proposta de referendo sobre a permanência do Reino Unido na União Europeia. Mas depois do aparente sucesso do acordo alcançado no Conselho Europeu, o chefe do Governo viu cinco ministros e vários membros do partido fazerem-lhe frente.

  • À espera da decisão sobre eventual saída do Reino Unido da UE
    2:30

    Mundo

    A busca por um acordo que satisfaça o Reino Unido na União Europeia continua esta manhã. De madrugada, aconteceram uma série de reuniões bilaterais para discutir alguns dos assuntos mais sensiveis sobre a permanência britânica entre os 28. Donald Tusk, presidente do Conselho Europeu, falou sobre o processo de negociação à comunicação social, ainda durante a madrugada. As deliberações finais da cimeira sobre o denominado "Brexit" devem ser apresentadas aos estados-membros esta manhã.

  • Rajoy acredita num acordo entre UE e Reino Unido

    Mundo

    O presidente do Governo espanhol manifestou-se hoje confiante, no final do primeiro dia do Conselho Europeu, de que vai ser possível alcançar um acordo que permita evitar a saída do Reino Unido da União Europeia, o chamado "Brexit".

  • Paula Brito e Costa continua a trabalhar na Raríssimas

    País

    Depois de ter apresentado a demissão do cargo de presidente da Raríssimas, Paula Brito e Costa mantém-se a exercer funções na associação, apurou a SIC. Identifica-se agora como diretora-geral e já comunicou isso mesmo a alguns funcionários.

  • As IPSS são estruturantes no país. Fazem o que Estado não faz porque não pode, não quer, ou não chega a tudo. Chama-se sociedade civil a funcionar. E o Estado subsidia, ajuda, (com)participa, apoia. Nada contra. A questão é quando as IPSS e outras instituições, fundações, associações, federações e quejandas se tornam verdadeiras "indústrias".

    Pedro Cruz

  • O ano "saboroso" de António Costa
    0:51

    País

    António Costa diz que 2017 foi um ano "saboroso" para Portugal. Num encontro com funcionários portugueses, em Bruxelas, antes do Conselho Europeu desta quinta-feira, o primeiro-ministro realçou o que o país conquistou no último ano, no plano europeu, e que culminou com a eleição de Mário Centeno para a Presidência do Eurogrupo.

  • Lince ibérico esteve à venda no OLX

    País

    Um anúncio de venda de um lince ibérico, por 1.500 euros, foi publicado esta semana no site de classificados OLX, com uma morada de Alcoutim, no Algarve. A autenticidade da publicação não foi confirmada, mas em setembro foi encontrada a coleira de um lince ibérico precisamente em Alcoutim. As autoridades estão a investigar.

    SIC

  • Estabilização dos solos nas áreas ardidas
    1:58

    País

    Está a começar uma intervenção de emergência para estabilizar os solos nas áreas ardidas nos incêndios florestais. O trabalho das equipas que estão no terreno arrancou na zona da Lousã mas vai passar por vários concelhos como Pampilhosa da Serra e Vila Real.