sicnot

Perfil

Mundo

Fine Gael quer voltar ao governo e fazer regressar 70 mil jovens emigrantes

O primeiro-ministro irlandês e líder do partido Fine Gael, que está a lutar pela reeleição para o governo nas eleições irlandesas de sexta-feira, quer fazer regressar 70 mil dos 250 mil jovens que abandonaram o país nos últimos anos.

© XXSTRINGERXX xxxxx / Reuters

"O Fine Gael aprendeu com os erros dos governos anteriores, erros que puseram nas mãos dos jovens os passaportes para partirem em aviões para Lisboa, Brisbane ou Toronto", afirmou Enda Kenny hoje em Dublin, na conferência de imprensa final da campanha.

O partido tem como objetivo fazer regressar 70 mil emigrantes nos próximos quatro anos, durante um novo mandato em que pretende consolidar a recuperação económica, aumentar o número de empregos e investir nos serviços públicos.

Até 2020, o Fine Gael promete criar mais 200 mil postos de trabalho, contratar mais 10.000 enfermeiros, professores e polícias e reformar o sistema fiscal e de segurança social.

"Nós sabemos que a recuperação não está a ser sentida por todos, que é frágil e que não pode ser tomada por garantido e este não é o momento de correr riscos", avisou o primeiro-ministro cessante.

Perante a improbabilidade de obter uma maioria absoluta, o partido propõe-se renovar a coligação com o partido Trabalhista que formou nos últimos cinco anos.

Lusa

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, ainda durante o mês de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano, vão ser contratados novos assistentes de bordo. Ainda assim, o sindicato diz que não chega.

  • "Facilitámos muito no lance do 5-1 e não pode ser"
    1:09

    Desporto

    No final do jogo, o treinador do Desportivo de Chaves, Luís Castro, admitiu o domínio completo do Sporting durante todo o encontro. Já Jorge Jesus deixou elogios a Daniel Podence, que foi aposta para este jogo. O treinador do Sporting ficou satisfeito com a exibição mas não gostou de sofrer o golo de honra da equipa flaviense.