sicnot

Perfil

Mundo

Rússia oferece 10 mil kalashnikov às forças afegãs para combate ao terrorismo

A Rússia ofereceu hoje 10.000 kalashnikov às forças afegãs no âmbito da cooperação "contra o terrorismo", preocupada com os avanços do grupo terrorista Daesh (autoproclamado Estado Islâmico) no Afeganistão.

Polícia afegão carrega uma kalashnikov.

Polícia afegão carrega uma kalashnikov.

© Denis Sinyakov / Reuters

As metralhadoras, entregues no aeroporto militar de Cabul, serão "diretamente transferidas para as (...) forças de segurança", declarou Hanif Atmar, conselheiro para a segurança nacional do presidente Ashraf Ghani.

Serão utilizadas no combate ao "terrorismo internacional, uma ameaça para o Afeganistão, para toda a região, mas também para os nossos amigos russos", adiantou.

Numa altura em que o governo afegão tenta relançar o processo de paz com os talibãs, Atmar garantiu que os esforços nesse sentido serão prosseguidos, mas, explicou, a "nação deve ser capaz de se defender".

Moscovo tem observado com preocupação os progressos no leste afegão dos jihadistas do Daesh, que tem numerosos combatentes originários do Uzbequistão e do Tajiquistão, duas antigas repúblicas soviéticas fronteiriças ao Afeganistão.

Lusa

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.