sicnot

Perfil

Mundo

Rússia oferece 10 mil kalashnikov às forças afegãs para combate ao terrorismo

A Rússia ofereceu hoje 10.000 kalashnikov às forças afegãs no âmbito da cooperação "contra o terrorismo", preocupada com os avanços do grupo terrorista Daesh (autoproclamado Estado Islâmico) no Afeganistão.

Polícia afegão carrega uma kalashnikov.

Polícia afegão carrega uma kalashnikov.

© Denis Sinyakov / Reuters

As metralhadoras, entregues no aeroporto militar de Cabul, serão "diretamente transferidas para as (...) forças de segurança", declarou Hanif Atmar, conselheiro para a segurança nacional do presidente Ashraf Ghani.

Serão utilizadas no combate ao "terrorismo internacional, uma ameaça para o Afeganistão, para toda a região, mas também para os nossos amigos russos", adiantou.

Numa altura em que o governo afegão tenta relançar o processo de paz com os talibãs, Atmar garantiu que os esforços nesse sentido serão prosseguidos, mas, explicou, a "nação deve ser capaz de se defender".

Moscovo tem observado com preocupação os progressos no leste afegão dos jihadistas do Daesh, que tem numerosos combatentes originários do Uzbequistão e do Tajiquistão, duas antigas repúblicas soviéticas fronteiriças ao Afeganistão.

Lusa

  • Vidas de fogo
    12:04

    Reportagem Especial

    Este ano durante o período mais crítico dos fogos, estão no terreno quase dez mil operacionais, a maioria bombeiros voluntários. A Reportagem Especial da SIC deste domingo "Vidas de fogo" dá a conhecer histórias de bombeiros que sobreviveram às chamas enquanto serviam o país.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.