sicnot

Perfil

Mundo

Canábis leva cada vez mais visitantes do Colorado ao hospital

Um número crescente de visitantes que se desloca ao Colorado, primeiro estado norte-americano a legalizar a venda de canábis, em 2014, está a recorrer aos serviços de urgência por consumo excessivo desta substância, revela um estudo.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Steve Dipaola / Reuters

"As deslocações às urgências [hospitalares] devidas ao consumo de canábis aumentaram mais entre as pessoas que não residem no Colorado, do que entre a que habitam no Estado", constatou Howard Kim, da Faculdade de Medicina da Universidade Northwestern, principal autor do estudo, publicado na revista New England Journal of Medicine.

"Isso pode indicar que os não residentes do Estado não foram bem informados sobre os efeitos nefastos da marijuana", estimou.

Estes efeitos podem ser ansiedade, alucinações, alteração das capacidades mentais, sintomas cardiovasculares (aceleração do ritmo cardíaco, palpitações e hipertensão), dores gastrointestinais e vómitos.

Os investigadores sublinham que as doses excessivas ocorrem com mais frequência quando a droga é consumida na forma comestível, por exemplo, em biscoitos, porque estes utilizadores não se dão conta imediatamente dos efeitos da canábis.

"As pessoas que comem produtos com marijuana não sentem qualquer efeito no momento, o que os conduz a consumir mais", explicou Kim, acrescentando: "E quando os efeitos se fazem sentir são muito mais potentes".

Acresce que o conteúdo em canábis destes produtos comestíveis varia enormemente, sendo difícil saber qual a dose exata absorvida.

Os visitantes do Colorado, vindos de outro Estado dos EUA ou do estrangeiro, que se deslocaram às urgências com sintomas de overdose de canábis representaram 163 visitas em cada 10 mil em 2014, contra um rácio de 78 em 2012, o que é um aumento de 109%.

Entre os habitantes do Colorado, este rácio das deslocações às urgências passou de 70 em 2012 para 101 em 2014, o que significa um aumento de 44%.

"Notámos que estes visitantes externos tinham vindo ao Colorado por outras razões, que não para consumir canábis: vinham visitar a família ou fazer negócios", afirmou Kim, adiantando: "Deram por si no hospital porque quiseram experimentar um pouco de marijuana".

A maior parte foi tratada e saiu do hospital ao fim de algumas horas.

Lusa

  • Sismo registado esta manhã na região de Lisboa

    País

    Um sismo foi sentido esta manhã na região da Grande Lisboa. O abalo foi registado às 7h44, com epicentro em Sobral de Monte Agraço e magnitude de 4.3, informa o Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

    Em atualização

  • "É terrorismo, politiquice e interesse económico"
    0:45

    País

    A situação em Mação, no distrito de Santarém, continua muito complicada para os operacionais e para as populações que tentam combater as chamas. Os populares dizem que é de "lastimar" a aflição que se vive.

  • GNR resgata 45 sírios no mar Egeu
    2:28

    Crise Migratória na Europa

    A Guarda Nacional Republicana já resgatou quase 300 migrantes no mar Egeu, ao largo da Grécia, desde o início de maio. Esta quarta-feira de madrugada, os militares salvaram 45 sírios que tentavam chegar à Grécia numa embarcação de borracha.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.