sicnot

Perfil

Mundo

Um milhão de pessoas participam em estudo para prevenção de cancro nos EUA

Os Estados Unidos anunciaram hoje que um estudo médico, no âmbito de uma iniciativa da Casa Branca para melhorar o tratamento de doenças e cancro, vai envolver um milhão de pessoas.

Francis Collins, diretor do Instituto Nacional de Saúde, e Barack Obama, presidente norte-americano.

Francis Collins, diretor do Instituto Nacional de Saúde, e Barack Obama, presidente norte-americano.

© Jason Reed / Reuters

O Presidente norte-americano, Barack Obama, falou pela primeira vez da Iniciativa Medicina de Prevenção em janeiro de 2015.

A iniciativa, que já foi financiada com 21 milhões de dólares (19 milhões de euros), tem como objetivo "acelerar uma nova era da medicina que proporciona o tratamento certo, no momento certo para as pessoas, tendo em conta a sua saúde, genes, ambiente e estilo de vida", referiu a Casa Branca, em comunicado, que detalha uma série de iniciativas.

Nelas, está incluída a primeira fase da Iniciativa Medicina de Prevenção, que deverá incluir um milhão de voluntários norte-americanos.

O diretor do Instituto Nacional de Saúde, Francis Collins, descreveu o projeto como um "estudo de pesquisa longitudinal para aumentar a compreensão de como se pode melhorar a saúde e tratar a doença".

A medicina de prevenção visa transformar o tratamento de doença que vão desde o cancro até à doença mental e incorpora a realização de testes moleculares, análises genéticas e fatores ambientais para o tratamento de cada um dos pacientes.

Lusa

  • Obama promete ir a Cuba falar de direitos humanos

    Mundo

    O Presidente dos EUA anunciou hoje que irá a Cuba com a mulher a 21 e 22 de março. Barack Obama informou que irá encontrar-se com elementos da sociedade civil e abordar com as autoridades cubanas a questão dos direitos humanos. A última vez que um Presidente dos EUA esteve em solo cubano foi em 1928, era Presidente Calvin Coolidge.

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.