sicnot

Perfil

Mundo

Apple solicita anulação de ordem judicial por violar Constituição dos EUA

A Apple manifestou quinta-feira a sua oposição formal à petição de um tribunal federal norte-americano para que ajude o FBI a desbloquear um IPhone e solicitou a anulação da ordem, que, para a empresa, viola a Constituição.

© Lucy Nicholson / Reuters

"A Apple apoia e continuará a apoiar os esforços dos agentes da lei na sua luta pela justiça e contra o terrorismo e outros criminosos", refere, na resposta dada ao tribunal federal.

A empresa de tecnologia exige, no entanto, que a "ordem sem precedentes" do Governo para a Apple "não é suportada pela lei e viola a Constituição".

O telefone em questão foi utilizado por um dos autores do tiroteio de dezembro passada, na cidade de San Bernardino, Califórnia, durante o qual morreram 14 pessoas e 22 ficaram feridas e está a ser investigado como um caso de terrorismo.

O diretor do FBI, James Comey, disse quinta-feira na Câmara dos Representantes que a negociação com a Apple para aceder ao telefone de um terrorista está a ser a "mais dura" da sua carreira e insistiu que a ordem judicial enviada à Apple não pretende ser "nenhuma mensagem ou estabelecer um precedente".

Lusa

  • Nunca mais
    9:16