sicnot

Perfil

Mundo

Corante injetável pode encolher tumores e reduzir a propagação do cancro de pele

Investigadores do Moffitt Cancer Center, nos EUA, demonstraram que um corante injectável, conhecido como PV-10, pode encolher tumores e reduzir a propagação do cancro da pele. «

Divulgação

Trata-se de Rosa Bengala, um corante solúvel em água utilizado para dar cor às células danificadas no olho. A solução foi reformulada e deu origem ao PV-10 que está a ser aplicada em casos de cancro de pele.

Os primeiros estudos clínicos mostram que a PV-10 pode aumentar a resposta imunitária em tumores de melanoma, assim como o fluxo de sangue.

A norte-americana Provectus Biopharmaceuticals Inc, responsável pela descoberta, apresentou um pequeno estudo com resultados prometedores.

Foram selecionadas 80 pessoas com melanoma em estado avançado A metade foi injetado o corante PV-10 diretamente nas lesões. Em apenas dois meses desapareceram sinais do melanoma.

De acordo com o Anais da Cirurgia Oncológica, citada pela Agência Reuters, um ano depois deste tratamento, 11% dos doentes continuavam sem sinais de cancro.

As lesões terão sido destruídas por dentro sem danificar, aparentemente, os tecidos saudáveis, garantem os investigadores. Quanto aos efeitos secundários, registaram-se apenas dor no local da injeção e formação de bolhas.

Está a decorrer, nesta altura, outro estudo que envolve 225 pessoas que servirá para testar a eficácia deste tratamento e comparar com outros, como a quimioterapia.

Os investigadores têm grades expectativas quanto ao PV-10. Espera que possa evitar a progressão do melanoma, impeça a doença de se espalhar, evite danificar outros órgãos e ajude os pacientes com cancro a viver mais tempo.

"Este é um dos casos de puro redirecionamento, em que usamos medicamentos que já existem há anos e, de repente, percebemos que podem ter um valor oncológico", diz o médico oncologista Vernon Sondak, do Moffitt Cancer Center em Tampa, na Florida.

Vernon Sondak responsável pela Oncologia Cutânea do Moffitt Cancer Center e quem lidera os testes para a Provectus Biopharmaceuticals Inc.

O potencial de Rosa Bengala no combate contra o cancro foi descoberto por acaso. O sal de sódio foi patenteado pela primeira vez em 1882 como um corante de lã e tem sido usado, há anos, para diagnóstico nos testes de icterícia em recém-nascidos e para detetar lesões oculares.

Em 1998, os cientistas que mais tarde fundaram a Provectus estavam à procura de um agente foto reativo seguro para uma investigação de lasers contra o cancro. Acabaram por tropeçar na Rosa Bengala que acabou por demonstrar ser capaz de atacar tumores quando injetada diretamente nas lesões como explicou, à Reuters, o diretor de tecnologia, Eric Wachter, um ex-cientista do Oak Ridge National Lab que ajudou a fundar a farmacêutica Provectus Biopharmaceuticals Inc.

Até que chegue ao mercado há ainda muito a fazer. São esperados resultados dos estudos só para o final de 2018 e a equipa responsável pelo novo fármaco não espera que a norte-americana FDA (Food and Drug Administration) a agência que regula o mercado dos medicamentos tome qualquer decisão antes de 2019.

  • IPSS no Seixal alvo de processo e auditoria financeira
    1:47

    País

    A Segurança Social está fazer mais uma inspeção total a uma IPSS, agora na Associação Unitária de Reformados, Pensionistas e Idosos do Seixal. A fiscalização já recolheu documentação e está agora a passar a pente fino as contas, os serviços e todos os procedimentos da Instituição.

    Investigação SIC - Hoje no Jornal da Noite

    SIC

  • "Vai custar muito a voltarmos à realidade"
    2:22
  • PJ apreende 745 quilos de cocaína escondida em ananases

    País

    A Polícia Judiciária apreendeu 745 quilos de cocaína com origem na América Latina.A droga estava escondida no interior de ananases transportados em contentores. Nove pessoas foram detidas numa investigação da Polícia Judiciária e do Cuerpo Nacional de Polícia de Espanha.

  • Trump mentalmente apto para ser Presidente dos EUA

    Mundo

    O Presidente dos Estados Unidos foi na semana passada sujeito aos exames médicos anuais obrigatórios. O médico oficial da Casa Branca informou esta terça-feira que Donald Trump está de "excelente" saúde, não apenas física, mas também mental. As dúvidas sobre as capacidades cognitivas de Trump ganharam força após as revelações feitas no livro "Fire and Fury: Inside the Trump White House".

    SIC

  • Quando o frio até as pestanas congela

    Mundo

    Os termómetros desceram até aos - 67º Celsius em Yakutia, 5.300 quilómetros a Este de Moscovo, na Rússia. Nesta região, os estudantes estão habituados a manter as rotinas, mesmo quando as valores chegam aos - 40º Celsius, mas esta terça-feira as autoridades encerraram escolas e aconselharam a população a ficar em casa, longe do frio que até as pestanas congela.

    SIC

  • Quase 600 pedidos de nulidade de casamentos católicos em três anos
    1:38

    País

    Entre 2015 e 2017, 575 casais portugueses pediram a anulação do casamento católico. O ano passado o número de pedidos duplicou em relação a 2015. Desde esse ano, e por decisão do Papa Francisco, que os pedidos de nulidade do casamento pela Igreja são mais simples, mais baratos e mais rápidos.

  • "É preciso namorar bem para que o namoro dê certo"
    2:31

    País

    Rui Rio diz que a decisão sobre o futuro da liderança da bancada parlamentar do PSD só será tomada depois de falar com Pedro Passos Coelho e com Hugo Soares. Em entrevista à RTP, a primeira depois de vencer as diretas, o Rui Rio lembrou esta terça-feira que Passos Coelho ainda é líder do partido.

  • Polícia australiana "detém" marsupial em fuga
    1:01
  • Deputado dorme no Parlamento britânico
    0:58

    Mundo

    O deputado britânico Desmond Swayne adormeceu no Parlamento, enquanto o colega de bancada, Kenneth Clarke falava sobre os direitos dos cidadãos da União Europeia, esta terça-feira. Clarke foi o único deputado conservador a votar contra a ativação do artigo 50 para a saída do Reino Unido da União Europeia. De acordo com a imprensa do Reino Unido, o colega Desmond Swayne, ex-ministro, parece não gostar muito das visões de Clarke e já foi visto muitas vezes com expressões de aborrecimento ou a revirar os olhos.