sicnot

Perfil

Mundo

Onze portugueses detidos no Brasil por associação criminosa e burla

Onze portugueses foram detidos hoje na capital brasileira por associação criminosa e estelionato (crime semelhante à burla) e enfrentam penas até oito anos de prisão, segundo a Polícia Civil do Distrito Federal.

(Arquivo/Reuters)

(Arquivo/Reuters)

© Stephen Lam / Reuters

"Esta sexta-feira, a Polícia Civil do Distrito Federal, por intermédio da Coordenação de Repressão aos Crimes contra o Consumidor, a Ordem Tributária e a Fraudes (Corf/Dicon), prendeu onze portugueses que praticavam golpes no Distrito Federal", lê-se num comunicado enviado à agência Lusa.

No documento, a mesma entidade policial acrescentou que "os portugueses presos vão responder pelos crimes de associação criminosa e estelionato e a pena pode chegar até oito anos de reclusão".

A ação policial, denominada "Operação Ilusionista", decorreu em seis endereços da cidade de Águas Claras, próxima da capital do país, Brasília, e ali "também foram cumpridos seis mandados de busca e apreensão", de acordo com a mesma fonte.

Segundo a polícia, os portugueses "apresentavam-se em carros de luxo e bem vestidos" e "simulavam que estavam a fechar um stand de vendas num centro comercial da cidade e a voltar para a Europa, mas que o imposto seria muito alto para regressar com os produtos".

"Dessa forma, explicavam às vítimas que vendiam as mercadorias a preço de custo. Trata-se de estelionato que ficou conhecido como 'Golpe do Português'", lê-se no comunicado.

As vítimas eram abordadas nas ruas do Distrito Federal e, "para facilitar a venda, os estelionatários tinham várias máquinas de cartão de crédito, que também foram apreendidas", de acordo com a polícia.

Os portugueses ofereciam "canetas de marcas famosas, perfumes importados, jaquetas de couro, faqueiros, camisas de grife, relógios, entre outros itens, todos falsificados" e comprados no estado de São Paulo, sendo que o lucro do grupo ultrapassava os 90 por cento.

Também foram apreendidos oito veículos considerados de luxo e muitos produtos falsificados que estavam dentro dos apartamentos e dos carros.

"Eles permanecerão presos até ao cumprimento da pena e, depois, ficam sob custódia da Polícia Federal até serem expulsos do país", explicou o chefe da Corf, Jeferson Lisboa, citado no documento.

Lusa

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.