sicnot

Perfil

Mundo

Participação nas eleições legislativas irlandesas deve rondar os 70%

Os irlandeses votaram hoje em eleições legislativas com resultados particularmente incertos, perante as previsões de que o partido Fine Gael (centro direita) possa vencer o escrutínio, mas sem a maioria necessária para formar Governo.

AIDAN CRAWLEY

As assembleias de voto abriram às 07:00 locais (mesma hora em Lisboa) e encerraram às 22:00.

Nenhuma taxa de participação no escrutínio, após o encerramento das urnas, foi avançada, mas à tarde o canal de televisão público estabeleceu-a em 70%.

As legislativas são as primeiras eleições gerais na Irlanda desde o fim do programa de ajustamento associado ao resgate de 85 mil milhões de euros, em 2013, e realizam-se quando o país, de 4,6 milhões habitantes, registou a maior taxa de crescimento económico na União Europeia nos primeiros nove meses do ano passado: 7%.

Mas, para a generalidade dos observadores, os eleitores, cansados de anos de cortes, aumento de impostos, desemprego e emigração, querem sobretudo saber se a recuperação está a ser distribuída equitativamente ou apenas a beneficiar as elites que responsabilizam pela crise.

O Fine Gael e os trabalhistas com quem governaram coligados pedem a reeleição para consolidar a recuperação, argumentando que só assim ela chegará a todos e advertindo que uma situação de instabilidade política pode deitar tudo a perder.

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".