sicnot

Perfil

Mundo

Governo russo admite morte de 26 mineiros após explosão em mina de carvão

O Governo russo admitiu hoje a morte de 26 mineiros desaparecidos após uma explosão numa mina de carvão no norte do país, acrescentando que seis operacionais morreram esta madrugada durante uma operação de resgate falhada.

"Há muitos mortos. Não há esperança de que as 26 pessoas que se encontram na mina estejam vivas. Podemos dizer que as vítimas mortais ascendem a 36", afirmou Arkady Dvorkovich, vice-primeiro ministro russo à imprensa local, citado pela agência de notícias espanhola, EFE.

Além dos 26 mineiros presos no subsolo e dos seis operadores de serviços de emergência que morreram no decorrer da operação de resgate falhada, outros quatro trabalhadores já tinham morrido desde o acidente.

"Estamos diante de um grande desastre para a Rússia e para a nossa indústria do carvão", lamentou Dvorkovich.

Antes destas declarações do governante russo, a companhia que explora esta unidade já tinha dado como mortos os 26 mineiros e anunciado a fim das operações de salvamento.

A mina "Sévernaya" está em laboração desde 1966.

O último acidente registado nesta mina aconteceu em julho de 2011, do qual resultou a morte de dois mineiros na sequência de um deslocamento de terras.

Lusa

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.

  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.