sicnot

Perfil

Mundo

Governo russo admite morte de 26 mineiros após explosão em mina de carvão

O Governo russo admitiu hoje a morte de 26 mineiros desaparecidos após uma explosão numa mina de carvão no norte do país, acrescentando que seis operacionais morreram esta madrugada durante uma operação de resgate falhada.

"Há muitos mortos. Não há esperança de que as 26 pessoas que se encontram na mina estejam vivas. Podemos dizer que as vítimas mortais ascendem a 36", afirmou Arkady Dvorkovich, vice-primeiro ministro russo à imprensa local, citado pela agência de notícias espanhola, EFE.

Além dos 26 mineiros presos no subsolo e dos seis operadores de serviços de emergência que morreram no decorrer da operação de resgate falhada, outros quatro trabalhadores já tinham morrido desde o acidente.

"Estamos diante de um grande desastre para a Rússia e para a nossa indústria do carvão", lamentou Dvorkovich.

Antes destas declarações do governante russo, a companhia que explora esta unidade já tinha dado como mortos os 26 mineiros e anunciado a fim das operações de salvamento.

A mina "Sévernaya" está em laboração desde 1966.

O último acidente registado nesta mina aconteceu em julho de 2011, do qual resultou a morte de dois mineiros na sequência de um deslocamento de terras.

Lusa

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Jane Goodall iniciou palestra com sons semelhantes aos dos chimpanzés
    2:18

    País

    A investigadora Jane Goodall esteve esta quinta-feira em Lisboa para participar numa conferência da National Geographic. A primatóloga começou o seu discurso com sons semelhantes aos dos chimpanzés. Numa entrevista à SIC, Goodall falou sobre os chimpanzés e sobre o trabalho que continua a desenvolver em todo o mundo, em prol do ambiente, dos animais e das pessoas. 

  • NATO vai aumentar luta contra o terrorismo

    Mundo

    O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse que os aliados da NATO concordaram esta quinta-feira em aumentar a luta contra o terrorismo e em "investir mais e melhor" na Aliança.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.