sicnot

Perfil

Mundo

Estado de emergência na Amazónia peruana por derrames de petróleo

O Governo do Peru declarou no domingo o estado de emergência em 16 comunidades da floresta Amazónia devido a derrames de petróleo na região de Loreto, no nordeste do país.

Arquivo/Reuters

Arquivo/Reuters

© STRINGER Peru / Reuters


A medida, anunciada no diário oficial peruano e que envolve ajuda humanitária às comunidades e assistência nas operações de limpeza, irá perdurar por 60 dias e surge mais de um mês depois de ter sido reportado um derrame no distrito de Imaza, com uma população de 23.000 residentes.

Um segundo derrame foi registado a 03 de fevereiro no distrito de Morona, com 9.000 habitantes.

Em ambos os distritos, os moradores são predominantemente indígenas.

Os derrames ocorreram em secções de um oleoduto construído nos anos 1970 e gerido pela companhia estatal PetroPeru que movimenta petróleo a partir da floresta e pelas montanhas dos Andes até às refinarias, através de uma longa rota na costa norte peruana.

Segundo especialistas ambientais, os derrames devem-se à deterioração da infraestrutura, pelo que a PetroPeru foi multada em 3,6 milhões de dólares pela falta de manutenção do equipamento.

No início de fevereiro, o Governo considerou haver uma emergência ao nível da saúde na região por o petróleo ter poluído os rios que fornecem água potável nos distritos afetados.

Um grupo defensor dos direitos dos indígenas informou que desde 2010 ocorreram 11 derrames de petróleo na região amazónica do Peru.

Lusa

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.