sicnot

Perfil

Mundo

Mulher detida em Moscovo com cabeça de criança nas mãos

Uma mulher foi hoje detida hoje em Moscovo por suspeita de ter matado uma criança de quem tomava conta depois dos media locais terem difundido imagens da mulher com a cabeça da criança decapitada e a gritar "Allahu Akbar" ("Alá é grande").

MAXIM SHIPENKOV / EPA

A polícia russa deteve a mulher perto de uma estação de metro no noroeste da capital horas depois de ter sido descoberto o corpo decapitado de uma criança de 3-4 anos num apartamento ali próximo.

"A ama, originária da Ásia Central, nascida em 1977, matou a criança antes de incendiar o apartamento e fugir", indicou em comunicado o comité de investigação ao caso.

De acordo com testemunhas, a mulher ameaçou fazer explodir uma bomba quando foi abordada pela polícia, mas não foram encontrados vestígios de explosivos, relatou a agência TASS citando fontes policiais.

"Ela tirou a cabeça da criança de um saco e caminhou por momentos pela rua a gritar. Ninguém se aproximou dela, todos tiveram medo", contou uma testemunha citada pela agência RIA Novosti.

A mãe da criança foi hospitalizada depois de saber a notícia. A menina chamava-se Nastia e a ama Gultchekhra Bobokoulova, originária do Uzbequistão, ex-república soviética de maioria muçulmana.

  • Ronaldo dispensado da seleção para ir conhecer os filhos

    Taça das Confederações

    A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) informou em comunicado que Cristiano Ronaldo foi dispensado da Taça das Confederações "para que possa conhecer os seus filhos". Numa mensagem no Facebook, o jogador mostrou-se sensibilizado com a decisão da Federação, acrescentando ainda que está "muito feliz por poder, finalmente, estar com os (...) filhos pela primeira vez".

  • Crise na Venezuela faz aumentar casos de desnutrição infantil
    2:13
  • Comprar ou arrendar casa?
    8:25
  • A fábrica de caças na base aérea de Monte Real
    3:35