sicnot

Perfil

Mundo

Varoufakis vai assessorar líder do Partido Trabalhista britânico

O ex-ministro das Finanças da Grécia Yanis Varoufakis vai assessorar o Partido Trabalhista britânico, revelou o seu líder, Jeremy Corbyn, em declarações publicadas no diário local Islington Tribune.

Daniel Ochoa de Olza

O economista grego foi o responsável pela condução das negociações da Grécia com os seus credores durante os primeiros dias do Governo do Syriza.

"Varoufakis é interessante, porque, obviamente, passou por todas as negociações -- com o Banco Central Europeu (BCE), a Comissão Europeia e o Fundo Monetário Internacional (FMI)", indicou Corbyn, numa entrevista ao jornal local, hoje citada pelos principais jornais britânicos.

Varoufakis, que se demitiu do cargo a 06 de julho, dedica-se agora a fazer campanha a favor de uma reforma democrática da União Europeia (UE).

Corbyn, que se reuniu no mês passado com o primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, para debater uma reforma da UE, sustentou que "a forma como a Grécia foi tratada é horrível" e que, por isso, "todos deveríamos aproximar-nos" desse país.

Sobre o ex-ministro das Finanças grego, Corbyn confirmou que se reuniu com o responsável da Economia trabalhista, John McDonnell, e que aquele vai assessorar o seu partido "de alguma maneira".

Fontes do Partido Trabalhista disseram ao diário britânico The Guardian que Varoufakis não tem um papel de assessoria formal dentro da formação política, mas acrescentaram que, em finais do próximo mês, proferirá uma conferência sobre nova economia na qual assessorará o partido sobre questões de finanças.

No ano passado, Varoufakis revelou que mantinha "conversações" com o Partido Trabalhista britânico e disse então que o seu "conselho a essa formação política" era que "se afastasse da austeridade".

Em pleno debate sobre a permanência do Reino Unido na UE, Corbyn assegurou que fará campanha para o referendo de 23 de junho próximo, a favor de que o país permaneça dentro do bloco comunitário.

Lusa

  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.