sicnot

Perfil

Mundo

Cada espécie baleia tem o seu próprio dialecto

Um computador conseguiu distinguir os diferentes dialectos das baleias, um passo importante para desvendar o segredo de como estes mamíferos marinhos comunicam entre si.

Uma baleia azul vem à superfície para respirar na costa oeste dos EUA.

Uma baleia azul vem à superfície para respirar na costa oeste dos EUA.

© NOAA NOAA / Reuters

Cada espécie desenvolve a sua "melodia", apenas entendida pelos elementos do seu grupo. Um pouco como o sotaque das línguas dos seres humanos.

Ao analisar as gravações dos sons emitidos pelas baleias, investigadores conseguiram criar um algoritmo que distingue o dialecto de cada espécie.

O programa ouve os registos de cada grupo de animais e examina as frequências. "Não estamos à procura de cada som, estamos à rpocura do conjunto de sons", explicou à revista New Scientist Sarah Hallerberg do Instituto Max Planck na Alemanha. "É como olhar para todo o texto e não apenas para uma palavra".

Investigadores do grupo ecologista Ocean Sound gravou os sons de seis grupos de baleias-piloto ao longo da costa da Noruega. Ao utilizar o algoritmo, a equipa de Sarah Hallerberg conseguiu provar que cada família de baleias tem o seu próprio dialecto.

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • Provavelmente o melhor golo da noite de Liga Europa
    1:24
  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos de final
    1:48
  • O perfil dos novos ministros
    3:22

    País

    Pedro Siza Vieira e Eduardo Cabrita são os dois novos ministros que tomam posse no próximo sábado. Ambos têm uma particularidade: são amigos de longa data do primeiro-ministro António Costa.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • Fogos na Califórnia provocaram 42 mortos e perdas acima de mil milhões de dólares

    Mundo

    O comissário dos seguros da Califórnia afirmou esta quinta-feira que as perdas provocadas pelos incêndios que dizimaram extensas áreas deste Estado norte-americano excedem os mil milhões de dólares (844 milhões de euros). Estes incêndios, que começaram no condado de Sonoma County, já provocaram a morte a 42 pessoas no mês de outubro.