sicnot

Perfil

Mundo

Chumbada moção de censura ao Presidente sul-africano Jacob Zuma

O parlamento sul-africano rejeitou hoje uma moção de censura ao Presidente Jacob Zuma, cujo segundo mandato está a ser marcado por um duro combate político com a oposição, problemas legais e divisões entre os seus correligionários.

© Mark Wessells / Reuters

Sem surpresa, a moção que acusava o Presidente Zuma de ter provocado "danos irreparáveis na economia" sul-africana não obteve a maioria de votos necessária para a aprovação.

O texto foi rejeitado por 225 votos, contra 99 votos favoráveis, num parlamento largamente dominado pela força partidária de Zuma, o Congresso Nacional Africano (ANC, na sigla em inglês), no poder desde 1994.

Na moção, a Aliança Democrática (o principal partido da oposição) denunciou "a liderança irracional, irresponsável e perigosa que causou danos irreparáveis" à primeira economia industrializada do continente africano, que registou um crescimento na ordem dos 1,3% no ano passado.

"A procura do nosso Presidente pelo poder nunca foi feita com o objetivo de criar uma África do Sul mais próspera, mas apenas para criar um Jacob Zuma mais rico", afirmou o líder da Aliança Democrática, Mmusi Maimane, na apresentação da moção.

Em dezembro passado, Zuma decidiu substituir o ministro das Finanças, o respeitado Nhlanhla Nene, por um deputado inexperiente, David van Rooyen, mudança que provocou uma desvalorização da moeda sul-africana (rand sul-africano). A decisão de Zuma veio intensificar as críticas da oposição.

Lusa

  • Morreu José Manuel Castello-Lopes

    Cultura

    O empresário de cinema morreu esta quinta-feira aos 86 anos. A notícia da morte foi avançada hoje pela Academia Portuguesa de Cinema na sua página de Facebook.

  • Grupo armado mata 26 cristãos no Egipto
    1:03
  • O "chega p'ra lá" de Trump
    2:35
  • Oliveira Costa "era incompetente para todos os lugares em que eu o vi"
    3:12
    Quadratura do Círculo

    Quadratura do Círculo

    QUINTA-FEIRA 23:00

    O caso BPN esteve em destaque no programa Quadratura do Circulo desta quinta-feira. Pacheco Pereira relembrou que os maiores prejuízos são posteriores à nacionalização e responsabiliza José Sócrates. O Jorge Coelho disse que se fez justiça e que é uma prova que o Estado de direito português está a funcionar. Lobo Xavier garantiu também que Oliveira Costa era incompetente por natureza.

  • A promessa e a peregrinação do Presidente no Luxemburgo
    2:28

    País

    O Presidente da República promete voltar ao Luxemburgo até ao final do ano, se houver mais 10 mil portugueses recenseados até julho. Marcelo Rebelo de Sousa participou esta quinta-feira na peregrinação em honra de Nossa Senhora de Fátima, que todos os anos recebe milhares de emigrantes portugueses.

    Enviados SIC

  • Álcool é "de longe" a droga mais consumida pelos portugueses

    País

    O álcool é, "de longe", a substância mais consumida pelos portugueses que responderam ao maior inquérito `online` sobre consumo de drogas, com mais de 14% dos homens a descreveram padrões considerados problemáticos, segundo os resultados hoje divulgados.