sicnot

Perfil

Mundo

Jornal francês Charlie Hebdo vai distribuir 4,1 milhões pelas vítimas de atentados

O jornal satírico francês Charlie Hebdo anunciou hoje que vai distribuir pelas vítimas "nos próximos dias" os 4,1 milhões de euros recolhidos após os atentados de janeiro de 2015.

© Eric Gaillard / Reuters

Os três ataques, ocorridos entre 7 e 9 de janeiro na capital de França, fizeram 17 mortos: 12 no ataque à redação do jornal, quatro no supermercado judeu e uma polícia municipal.

A verba agora anunciada, proveniente de "34.000 doadores anónimos de 84 países", destina-se integralmente às vítimas sobreviventes e familiares das vítimas mortais, anunciou o jornal em comunicado.

Parte desse dinheiro foi obtido através de recolhas de fundos organizadas em lojas, escolas ou clubes desportivos e da venda de livros ou desenhos lançados com esse fim, segundo o texto.

As regras de repartição foram definidas por uma comissão de três pessoas nomeada pelas então ministras da Justiça e da Cultura, Christiane Taubira e Fleur Pellerin, e pelo ministro das Finanças, Michel Sapin.

"Os beneficiários desses fundos vão receber a sua parte nos próximos dias", precisou o jornal

  • Rui Vitória não espera facilidades frente ao Tondela
    1:34

    Desporto

    O líder do campeonato, o Benfica, recebe este domingo o último classificado, o Tondela. Na conferência de antevisão do encontro, Rui Vitória afirmou que não espera facilidades. O treinador do Benfica falou ainda de Sebastian Coates.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.