sicnot

Perfil

Mundo

Polícia belga recebeu alerta sobre irmãos Abdeslam em 2014

A polícia belga recebeu em julho de 2014, mais de um ano antes dos atentados de Paris, o alerta de que os irmãos Abdeslam preparavam um ataque e que a ameaça era iminente, noticia hoje o diário L'Echo.

AP

Segundo o jornal belga, a informação, "extremamente precisa e circunstanciada", foi transmitida num telefonema para a secção antiterrorista da polícia judiciária federal por uma fonte bem conhecida da polícia antiterrorista e considerada credível.

"Os irmãos Abdeslam, Salah e Brahim, preparam um atentado. Vocês devem fazer alguma coisa", terá dito a fonte, que tinha uma ligação direta aos irmãos, um dos quais é considerado um dos cabecilhas dos atentados de Paris, que a 13 de novembro de 2015 fizeram 130 mortos e mais de 300 feridos.

A fonte acrescentou que os irmãos já não escondiam as suas intenções jihadistas, nomeadamente no seio familiar, e contou como o autoproclamado Estado Islâmico e a Síria os fascinavam.

Relatou ainda que os irmãos mantinham contactos com Abdelhamid Abaaoud, atualmente considerado o comandante operacional dos atentados de Paris e já então bem conhecido dos serviços policiais.

Segundo o L'Echo, a informação entrou na divisão antiterrorista e circulou em vários grupos, tendo chegado ao conhecimento de entre 10 e 13 agentes polícia judiciária, mas ninguém terá tido em conta a gravidade da situação.

Em fevereiro de 2015, seis meses após a denúncia, a polícia local de Molenbeek terá realizado uma investigação que envolvia os irmãos Abdesla, mas um relatório da polícia federal considerou que os irmãos não constituíam uma ameaça e o Ministério Público acabou por arquivar o caso em junho de 2015.

Depois de o mundo se ter apercebido da implicação dos irmãos Abdeslam na preparação dos atentados de Paris, alguns inspetores contaram os pormenores deste caso à comissão de monitorização da polícia belga, que está agora a tentar rastrear o fio dos acontecimento

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • "O ministro não escondeu nem tapou"
    1:20

    Economia

    Pedro Santana Lopes falou pela primeira vez sobre a auditoria feita à Santa Casa no período em que foi provedor. Esta terça-feira, na SIC Notícias, Santana Lopes desvalorizou as irregularidades e defendeu o ministro do Trabalho, da Solidariedade e da Segurança Social, Vieira da Silva.

    Pedro Santana Lopes

  • Constitucional chumba algumas normas da lei de barrigas de aluguer

    País

    O Tribunal Constitucional chumbou algumas normas do acórdão sobre as barrigas de aluguer. De acordo com o Expresso, a decisão já foi comunicada à Assembleia da República. A obrigatoriedade da regulamentação da lei ser feita pelo Parlamento e não pelo Governo terá sido unânime.

  • A história do bebé que continua a lutar pela vida depois de terem desligado as máquinas

    Mundo

    Alfie Evans sofre de uma doença cerebral degenerativa. A sua condição levou o caso à justiça e, depois de uma batalha judicial entre os pais e o hospital, os juízes determinaram que as máquinas do suporte artificial de vida fossem desligadas. Apesar de os aparelhos terem sido desligados na segunda-feira à noite, segundo os pais, a criança de 23 meses continua a lutar pela vida, respirando sozinha.

    SIC

  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • Marinha resgata 138 migrantes ao largo de Lampedusa

    País

    A fragata da Marinha portuguesa D. Francisco de Almeida resgatou esta terça-feira, ao largo da ilha de Lampedusa, em Itália, 138 migrantes, entre eles 15 mulheres e oito bebés, disse à Lusa fonte do Estado-Maior-General das Forças Armadas.

  • O recado de Donald Trump à Coreia do Norte 

    Mundo

    O Presidente norte-americano, Donald Trump, exortou Pyongyang a eliminar todo o seu arsenal nuclear, precisando o que queria dizer exatamente ao apelar para a "desnuclearização" do regime totalitário, antes de uma aguardada cimeira com o líder norte-coreano.

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17