sicnot

Perfil

Mundo

Polícia belga recebeu alerta sobre irmãos Abdeslam em 2014

A polícia belga recebeu em julho de 2014, mais de um ano antes dos atentados de Paris, o alerta de que os irmãos Abdeslam preparavam um ataque e que a ameaça era iminente, noticia hoje o diário L'Echo.

AP

Segundo o jornal belga, a informação, "extremamente precisa e circunstanciada", foi transmitida num telefonema para a secção antiterrorista da polícia judiciária federal por uma fonte bem conhecida da polícia antiterrorista e considerada credível.

"Os irmãos Abdeslam, Salah e Brahim, preparam um atentado. Vocês devem fazer alguma coisa", terá dito a fonte, que tinha uma ligação direta aos irmãos, um dos quais é considerado um dos cabecilhas dos atentados de Paris, que a 13 de novembro de 2015 fizeram 130 mortos e mais de 300 feridos.

A fonte acrescentou que os irmãos já não escondiam as suas intenções jihadistas, nomeadamente no seio familiar, e contou como o autoproclamado Estado Islâmico e a Síria os fascinavam.

Relatou ainda que os irmãos mantinham contactos com Abdelhamid Abaaoud, atualmente considerado o comandante operacional dos atentados de Paris e já então bem conhecido dos serviços policiais.

Segundo o L'Echo, a informação entrou na divisão antiterrorista e circulou em vários grupos, tendo chegado ao conhecimento de entre 10 e 13 agentes polícia judiciária, mas ninguém terá tido em conta a gravidade da situação.

Em fevereiro de 2015, seis meses após a denúncia, a polícia local de Molenbeek terá realizado uma investigação que envolvia os irmãos Abdesla, mas um relatório da polícia federal considerou que os irmãos não constituíam uma ameaça e o Ministério Público acabou por arquivar o caso em junho de 2015.

Depois de o mundo se ter apercebido da implicação dos irmãos Abdeslam na preparação dos atentados de Paris, alguns inspetores contaram os pormenores deste caso à comissão de monitorização da polícia belga, que está agora a tentar rastrear o fio dos acontecimento

  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC