sicnot

Perfil

Mundo

Brasil aceita extraditar mafioso italiano Pasquale Scotti

O governo brasileiro aceitou o pedido de extradição para Itália do antigo mafioso Pasquale Scotti, preso desde maio de 2015 no Recife, no nordeste brasileiro, segundo fontes citadas pela agência EFE.

© Handout . / Reuters

A extradição tinha sido aprovada por unanimidade pelos 11 membros do Supremo Tribunal de Justiça a 20 de outubro, mas ainda dependia de autorização do governo.

Pasquale Scotti, que deverá ser entregue às autoridades italianas nos próximos dias, estava foragido desde 1986 até ter sido detido no ano passado.

O ex-membro da máfia napolitana encontra-se agora detido em Brasília, de acordo com a imprensa brasileira.

Em 1991, o tribunal italiano condenou-o à pena de prisão perpétua por seu envolvimento direto em 22 assassínios cometidos entre 1982 e 1983 e como membro da organização mafiosa Nova Camorra Organizada.

Scotti viveu durante vários anos no Recife com o nome falso de Francisco de Castro Visconti, casou-se com uma brasileira e teve dois filhos.

Na defesa apresentada ao Supremo Tribunal do Brasil, o italiano apresentou-se como um "político perseguido" e disse que fugiu do seu país porque corria o risco de ser assassinado na cadeia.

Scotti alegou também razões "humanitárias", na medida em que ao ser enviado para Itália não poderia participar na educação dos seus filhos.

Lusa

  • Daesh transforma drones em bombardeiros 

    Daesh

    As estratégias de combate do Daesh têm vindo a sofrer alterações, bem como a capacidade das forças militares iraquianas para confrontar e derrotar o inimigo. De acordo com o responsável do Exército dos EUA Brett Sylvia, comandante militar no Iraque, a tática mais recente desenvolvida pelo Daesh consiste em usar drones de uso comercial em pequenos bombardeiros, capazes de transportar e lançar granadas.

  • PSD e CDS têm caminhos diferentes
    1:22

    País

    Assunção Cristas já respondeu a Pedro Passos Coelho, depois de o líder do PSD ter recusado apoiar a candidatura da líder do CDS à Câmara de Lisboa. Cristas diz que os dois partidos têm caminhos diferentes. O PSD continua sem apresentar candidato. Contudo, Marques Mendes revelou que Passos Coelho convidou José Eduardo Moniz a candidatar-se à Câmara de Lisboa.