sicnot

Perfil

Mundo

Cerca de 2 mil queixas por injúrias ao Presidente examinadas pela justiça turca

Cerca de 2.000 processos judiciais foram acionados na Turquia por insultos contra Recep Tayyip Erdogan desde a sua eleição para a presidência em agosto de 2014, anunciou hoje o ministério da Justiça.

© Christian Hartmann / Reuters

"O número de 'dossiers' que até agora motivou a abertura de procedimentos judiciais por insultos ao Presidente é de 1.845", declarou aos deputados o ministro da Justiça Bekir Bozdag, citado por diversos 'media' locais.

"É vergonhoso. Nem consigo ler o pormenor destes insultos... Estou furioso. Isto nada tem a ver com a liberdade de expressão", acrescentou.

Desde a sua eleição para a chefia do Estado, após ter abandonado o cargo de primeiro-ministro que ocupava desde 2003, Erdogan -- acusado pelos seus críticos de deriva autoritária -- multiplicou os processos em tribunal por "insultos" e dirigidos a artistas, jornalistas, ou simples cidadãos.

A ex-estrela do futebol turco, o "touro do Bósforo" Hakan Sükur, antigo aliado de Erdogan e agora na oposição, será julgado em breve por ter insultado no Twitter o homem forte da Turquia. Arrisca quatro anos de prisão.

Na maioria dos casos as sanções pronunciadas por este delito limitam-se a condenações com pena suspensa, mas em 20 de janeiro uma mulher foi condenada a 11 meses de prisão efetiva por um gesto obsceno dirigido a Erdogan durante uma manifestação em março de 2014.

Lusa

  • Corpos de portuguesas trasladados segunda-feira 
    1:27
  • Incendiários vão passar o verão com pulseira eletrónica

    País

    Os tribunais vão poder condenar os incendiários a penas de prisão domiciliária, com pulseira eletrónica, durante as épocas de incêndio. A nova lei foi aprovada na semana passada, na Assembleia da República, e aguarda a promulgação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

  • Um encontro português (e inesperado) em alto mar
    2:38

    País

    A SIC tem estado a acompanhar a viagem de um navio-patrulha da Marinha Portuguesa, que está em missão de fiscalização junto à Terra Nova, no Canadá. Nos últimos dias, o navio cruzou-se com embarcações de Vila do Conde, um encontro inesperado e feliz para quem anda há mais de um mês em alto mar. 

  • Estado vai tomar posse de terras abandonadas

    País

    O Governo vai recorrer ao Código Civil para permitir que o Estado tome posse de terras ao abandono. À margem da entrevista ao Expresso, o primeiro-ministro anunciou que o Governo irá acionar o artigo 1345º do Código Civil, que estabelece que as coisas imóveis sem dono conhecido se consideram do património do Estado.

  • "Trump, deixe-me ajudá-lo a escrever o discurso"
    0:47

    Mundo

    Arnold Schwarzenegger diz que Donald Trump tem o dever moral de se opor ao ódio e ao racismo. Num vídeo publicado nas redes sociais, o ator norte-americano e antigo governador da Califórnia encenou o discurso que Donald Trump devia ter. 

  • Hino da SIC tocado pela viola beiroa
    2:22