sicnot

Perfil

Mundo

Dezenas de comerciantes fecharam lojas por temerem saques no centro de Caracas

Dezenas de comerciantes do centro de Caracas, encerraram hoje as portas dos estabelecimentos por receio de eventuais saques, depois de um grupo de cidadãos ter tentado saquear bens alimentares no popular Mercado de Quinta Crespo.

© Marco Bello / Reuters

Segundo diversas testemunhas, a situação aconteceu durante a manhã, quando chegaram vários camiões da Empresa Polar, o mais importante produtor e distribuidor privado do país, com produtos do cabaz básico alimentar.

Algumas rádios noticiaram que as portas do mercado foram encerradas e efetivos da Guarda Nacional Bolivariana (polícia militar) foram desdobrados no local para evitar novos casos de saques.

Por outro lado, vários cidadãos divulgaram através da rede social Twitter que na mesma localidade um alegado criminoso foi apunhalado três vezes por um homem a quem teria tentado roubar.

O ataque foi feito na via pública e os dois homens foram detidos pela polícia.

Na Venezuela são cada vez mais frequentes as queixas dos cidadãos sobre as dificuldades para conseguir produtos básicos como arroz, massa, farinha de trigo e de milho, café, açúcar, margarina, maionese ou leite em pó. Também tem havido falta de papel higiénico e outros produtos de higiene pessoal, entre outros.

Nas últimas semanas intensificaram-se as já tradicionais filas junto dos supermercados à procura de produtos que escasseiam no mercado local.

Estas filas, que os jornalistas estão proibidos de fotografar, estão a ser controladas pela Guarda Nacional, que por vezes efetua disparos para o ar para dispersar a população e impedir situações de violência.

Lusa

  • Primeiro-ministro agradece sacrifícios dos portugueses
    0:46

    Economia

    O primeiro-ministro diz que os números do INE em relação ao défice de 2016 são prova de que havia uma alternativa e deixou uma palavra de agradecimento aos portugueses. As declarações de António Costa foram feiras aos jornalistas em Roma, onde se encontra para assinalar no sábado os 60 anos da União Europeia.

  • Jerónimo diz que UE vai continuar a causar constrangimentos a Portugal
    0:35

    Economia

    Esta sexta-feira na inauguração de uma exposição em Almada que denuncia a precariedade dos postos de trabalho, Jerónimo de Sousa falou sobre o défice de 2016. Para o secretário-geral do PCP, apesar do Governo ter ido além do exigido por Bruxelas, a União Europeia vai continuar a impedir Portugal de crescer.

  • Enfermeiros desconvocam greve

    País

    O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) desconvocou esta sexta-feira a greve geral nacional marcada para quinta e sexta-feira da próxima semana, anunciou o presidente da estrutura, justificando com os compromissos assumidos pelo Ministério da Saúde.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Probido fumar na praia? Não-fumadores aplaudem ideia
    1:33

    País

    O Comissário Europeu da Saúde defende uma proibição total do consumo de tabaco no espaço público. Esta e outras medidas foram defendidas, ontem, na Conferência Tabaco e Saúde da Liga Portuguesa Contra o Cancro. 

  • Visitar o Titanic vai custar 97 mil euros por pessoa

    Mundo

    Uma viagem a bordo do Titanic em 1912 era considerada uma viagem de luxo. Mais de 100 anos depois, continua a ser um luxo visitar o Titanic. Em 2018, vai ser possível conhecer os restos daquele que em tempos foi o maior navio do mundo. Contudo, nem todos vão poder fazê-lo, pois a viagem irá custar cerca de 97 mil euros por pessoa.