sicnot

Perfil

Mundo

Forçar Apple a desbloquear iPhone pode abrir precedente, alerta ONU

A intenção do FBI em forçar a Apple a desbloquear um iPhone pode criar um precedente com sérias repercussões globais para os direitos humanos, advertiu hoje Zeid Ra 'ad Al Hussein, das Nações Unidas.

© Regis Duvignau / Reuters

"A fim de resolver um problema relacionado com a segurança, as autoridades correm o risco de desbloquear uma 'caixa de Pandora' que pode ter implicações muito negativas para os direitos humanos de muitos milhões de pessoas, incluindo a sua segurança física e financeira", afirma, em comunicado, o responsável pelos direitos humanos das Nações Unidas.

A polémica surgiu no início deste mês, quando a Apple se recusou a ajudar a polícia federal norte-americana (FBI) a aceder ao conteúdo de um iPhone pertencente ao falecido Syed Farook que, juntamente com a mulher, protagonizou um tiroteio em San Bernardino, na Califórnia, em dezembro passado, fazendo 14 mortos.

A Apple argumenta que cooperar com a investigação, abrindo uma exceção à proteção de dados dos telemóveis que produz, vai minar a privacidade e a segurança dos seus aparelhos, enquanto o Governo norte-americano contrapõe que se trata de um pedido isolado, que ajudará numa investigação importante.

A empresa do símbolo da maçã abriu caminho, no entanto, para uma solução de compromisso, declarando que iria apoiar a criação de um grupo de peritos para discutir a criptografia dos seus dispositivos móveis.

O criador do Facebook, Mark Zuckerberg, disse na segunda-feira, em Barcelona, "estar solidário" com a Apple e seu chefe Tim Cook nesta batalha contra a justiça americana sobre a privacidade de dados.

Outros líderes da indústria tecnológica como Google, Yahoo, Mozilla e Twitter também partilham a posição de apoiar Apple.

Lusa

  • Marcelo já sabia da substituição do embaixador de Angola
    4:00

    País

    O Presidente da República sabia há bastante tempo da substituição do embaixador de Angola em Lisboa e já tinha aprovado o nome do futuro representante de Luanda. A revelação foi feita, esta terça-feira, por Marcelo Rebelo de Sousa, numa conversa exclusiva com a SIC no Palácio de Belém. O Presidente contou ainda que não vai enviar recados ao Governo nem aos partidos no discurso de 25 abril que vai fazer na Assembleia da República.

    Exclusivo SIC

  • Chegaram os brinquedos de cartão para a consola
    6:24
  • O 10 de julho de 1941 na escrita de João Pinto Coelho
    15:09
  • Governo promete melhorar condições de 26 mil famílias
    1:23

    País

    O ministro do Ambiente explicou esta terça-feira, no Parlamento, as novas medidas para a habitação: reduzir os impostos para arrendamentos longos, melhorar as condições de 26 mil famílias e introduzir o arrendamento vitalício para maiores de 65 anos. Este é um investimento que vai chegar aos 1700 milhões de euros.

  • Pato em excesso de velocidade faz disparar radar numa estrada suíça
    1:31
  • Peixe-galo e batatas rosti, qual o cardápio do encontro entre os líderes das Coreias?

    Mundo

    O menu do encontro entre o líder norte-coreano, Kim Jong-un, e o Presidente sul-coreano, Moon Jae-in, já foi dado a conhecer esta terça-feira. Através do site oficial do Governo, Seul anunciou um cardápio com vários pratos típicos da Península da Coreia, como dumplings ao vapor, arroz cultivado na Coreia, carne grelhada, salada fria com polvo, peixe-galo, batatas rosti e sopa fria.

    SIC

  • O vestido de noiva de Megan Markle
    1:17