sicnot

Perfil

Mundo

Líder da maior associação patronal do Brasil pede saída de Dilma Rousseff

O presidente da maior associação patronal do Brasil, a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, pediu hoje a renúncia da Presidente do Brasil, Dilma Rousseff, devido à crise económica e à corrupção.

À esquerda Paulo Skaf, Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

À esquerda Paulo Skaf, Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

Andre Penner

Em entrevista à radio brasileira Jovem Pan, Skaf disse que a saída de Rousseff permitiria o regresso do crescimento e o aumento da confiança dos investidores no país.

O dirigente falou horas depois de o ex-Presidente Luiz Inácio 'Lula' da Silva ter sido convocado para depor pela Polícia Federal na 24.ª fase da Operação Lava Jato, que investiga o escândalo de corrupção na petrolífera Petobras.

Sobre a convocação de Lula, Skaf relatou que está preocupado com a operação, mas explicou que o pedido de renúncia contra Rousseff vai além da operação policial de hoje.

O dirigente lembrou que a Fiesp aprovou por unanimidade, em dezembro passado, apoiando a abertura de um processo de destituição contra Rousseff, um processo que foi interrompido depois de o Tribunal Federal ter detetado "erros processuais".

Lusa

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Jane Goodall iniciou palestra com sons semelhantes aos dos chimpanzés
    2:18

    País

    A investigadora Jane Goodall esteve esta quinta-feira em Lisboa para participar numa conferência da National Geographic. A primatóloga começou o seu discurso com sons semelhantes aos dos chimpanzés. Numa entrevista à SIC, Goodall falou sobre os chimpanzés e sobre o trabalho que continua a desenvolver em todo o mundo, em prol do ambiente, dos animais e das pessoas. 

  • NATO vai aumentar luta contra o terrorismo

    Mundo

    O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, disse que os aliados da NATO concordaram esta quinta-feira em aumentar a luta contra o terrorismo e em "investir mais e melhor" na Aliança.

  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.