sicnot

Perfil

Mundo

Oposição venezuelana em "sessão permanente" para afastar Nicolás Maduro

A aliança da oposição venezuelana Mesa de Unidade Democrática (MUD) anunciou hoje que se declarava em "sessão permanente" para escolher uma estratégia que afaste o Presidente Nicolás Maduro do poder e iniciar uma campanha nacional para a demissão dele.

© Carlos Garcia Rawlins / Reute

"A alternativa democrática se declara em sessão permanente para escolher uma estratégia que permita desalojar (Nicolas) Maduro de Miraflores (palácio presidencial), que permita recuperar a democracia venezuelana, onde todos ganhemos", disse aos jornalistas o secretário executivo da MUD.

Por outro lado, segundo Jesus Chuo Torrealba, a MUD iniciará uma campanha nacional para exigir a demissão do Chefe de Estado, que a concretizar-se "beneficiará até o Partido Socialista Unido da Venezuela", formação partidária que suporta o governo e na qual a oposição alega existir vozes inconformadas com as políticas de Nicolás Maduro.

A Assembleia Nacional venezuelana, onde a oposição tem a maioria, tinha anunciado que divulgaria hoje a estratégia para afastar Nicolás Maduro da Presidência, o que ainda não aconteceu, estando o debate centrado na recente decisão do Supremo Tribunal de Justiça de limitar os poderes do parlamento.

No entanto, segundo o deputado da oposição Américo de Grazia, a MUD vai proceder, simultaneamente, a um pedido de revisão da Constituição, para reduzir de seis para quatro anos o mandado presidencial e para convocar um referendo revogatório do mandato presidencial e exigir a demissão do chefe de Estado.

Lusa