sicnot

Perfil

Mundo

Presidente brasileira convoca reunião de emergência após detenção de Lula da Silva

A Presidente brasileira, Dilma Rousseff, reuniu-se hoje, em Brasília, com vários ministros da área política, no seguimento da detenção para depoimento do ex-Presidente Lula da Silva, no âmbito da Operação Lava Jato.

© Ueslei Marcelino / Reuters

A chefe de Estado brasileira reuniu-se, ao início da manhã, no Palácio do Planalto, com os ministros da Casa Civil, Jaques Wagner, da Secretaria de Governo da Presidência, Ricardo Berzoini, da Justiça, Wellington César, da Advocacia-Geral da União, José Eduardo Cardozo, e da Secretaria de Comunicação Social, Edinho Silva.

O encontro com os ministros não constava da agenda oficial da Presidente e o Palácio do Planalto não divulgou o motivo da reunião, escreve a Agência Brasil, segundo a qual a reunião já terminou.

De acordo com a imprensa local, o encontro aconteceu na sequência da 24.ª fase da Operação Lava Jato, realizada esta manhã pela Polícia Federal e que está ligada ao caso de alegada corrupção na Petrobras.

Durante a manhã, o ex-Presidente Lula da Silva foi levado para depor nas instalações policiais do Aeroporto de Congonhas, em São Paulo, e a polícia realizou buscas ao seu apartamento, ao do seu filho Fabio Luiz Lula da Silva e à sede do Instituto Lula.

O ex-Presidente foi convocado pela Polícia Federal para explicar o recebimento de favores indevidos e o montante de 7,2 milhões de euros (30 milhões de reais), destinados às empresas dele por construtoras investigadas na operação Lava Jato.

A assessoria da Presidência da República ainda não se pronunciou oficialmente sobre o caso.

Também na quinta-feira, a líder brasileira convocou uma reunião extra com os ministros José Eduardo Cardozo e Jaques Wagner, depois da divulgação da notícia de que o senador Delcídio do Amaral teria feito um acordo de depoimento em troca de redução da pena com o Ministério Público, em que comprometia Dilma Rousseff e Lula da Silva.

Lusa

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".