sicnot

Perfil

Mundo

Daesh reivindica atentado suicida ao sul de Bagdade que fez 60 mortos

O Daesh já reivindicou o ataque suicida que hoje fez pelo menos 60 mortos e mais de 70 feridos a sul de Bagdade..

(Arquivo)

(Arquivo)

O atentado aconteceu num posto de controlo em Hilla. Um bombista suicida conduziu um camião carregado de explosivos até ao local, a 80 quilómetros a sul de Bagdade e depois detonou-os.

Este é o ataque mais grave do ano no Iraque. A explosão provocou danos em vários veículos, habitações e destruiu por completo o posto de controlo, onde normalmente se registam longas filas. Hilla é a capital da província de Babylon, uma região predominantemente xiita.

Reivindicação em comunicado

Num comunicado divulgado nas redes sociais, o Daesh afirma que um suicida, identificado como Abu Islam al-Ansari, fez explodir um camião armadilhado junto a um controlo rodoviário nos arredores da cidade de Hilla.

"Os Rafida (designação pejorativa dos muçulmanos xiitas) devem compreender que a batalha apenas começou e que o pior está para vir", refere o comunicado.

Organização extremista sunita, o Daesh tem realizado numerosos atentados contra os xiitas que considera hereges.

  • O encontro emocionado de Marcelo com a mãe de uma das vítimas dos fogos
    0:30
  • Proteção Civil garante que já não há desaparecidos
    1:40
  • "Se os bombeiros não chegam, os vizinhos vão ficar sem casa"
    1:03
  • O sorriso de Jorge Jesus quando soube que o símbolo da Juventus mudou
    1:21

    Desporto

    A Juventus surpreendeu grande parte do mundo do futebol quando alterou completamente o emblema. Agora, o símbolo faz lembrar as iniciais do nome do treinador do Sporting. Jorge Jesus não sabia, mas ficou esta terça-feira a saber e parece ter gostado. O técnico de Alvalade regressa quarta-feira ao estádio da equipa italiana, que conhece muito bem.