sicnot

Perfil

Mundo

Daesh reivindica atentado suicida ao sul de Bagdade que fez 60 mortos

O Daesh já reivindicou o ataque suicida que hoje fez pelo menos 60 mortos e mais de 70 feridos a sul de Bagdade..

(Arquivo)

(Arquivo)

O atentado aconteceu num posto de controlo em Hilla. Um bombista suicida conduziu um camião carregado de explosivos até ao local, a 80 quilómetros a sul de Bagdade e depois detonou-os.

Este é o ataque mais grave do ano no Iraque. A explosão provocou danos em vários veículos, habitações e destruiu por completo o posto de controlo, onde normalmente se registam longas filas. Hilla é a capital da província de Babylon, uma região predominantemente xiita.

Reivindicação em comunicado

Num comunicado divulgado nas redes sociais, o Daesh afirma que um suicida, identificado como Abu Islam al-Ansari, fez explodir um camião armadilhado junto a um controlo rodoviário nos arredores da cidade de Hilla.

"Os Rafida (designação pejorativa dos muçulmanos xiitas) devem compreender que a batalha apenas começou e que o pior está para vir", refere o comunicado.

Organização extremista sunita, o Daesh tem realizado numerosos atentados contra os xiitas que considera hereges.

  • Os fotogramas que identificaram os autores do ataque em Alcochete 
    2:30

    Crise no Sporting

    A SIC teve acesso às imagens do ataque à Academia do Sporting, em Alcochete, no dia 15 de maio. Os fotogramas registados pelas câmaras de vigilância do centro de treinos fazem parte do processo e foram decisivos para a aplicação da prisão preventiva aos 23 arguidos. No total são 23 minutos de imagens que permitiram identificar os autores dos crimes. 

    Exclusivo SIC

  • As confissões de Sérgio Conceição: do futuro no FC Porto à zanga com Rui Vitória 
    43:14
  • Parceiros sociais retomam hoje discussão sobre legislação laboral

    Economia

    Os parceiros sociais retomam esta tarde a discussão sobre as alterações à legislação laboral nas áreas do combate à precariedade, promoção da negociação coletiva e reforço da inspeção do trabalho. No encontro, marcado para as 15:00 no Conselho Económico e Social (CES), em Lisboa, o ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Vieira da Silva, deverá apresentar um novo documento com alterações face ao que foi proposto aos parceiros sociais há dois meses.

  • Sabia que pode emprestar dinheiro a empresas e ganhar 7% em juros por ano?
    8:05
  • Ministro volta a não se comprometer com aumento dos salários
    2:51

    Economia

    O ministro das Finanças diz que a falta de enfermeiros no Hospital de Santa Maria é meramente transitória. Durante a audição no parlamento, o ministro também foi pressionado, à esquerda e à direita, para aumentar os salários na Função Pública, mas voltou a não se comprometer.