sicnot

Perfil

Mundo

Irão condena à morte empresário Babak Zanjani por corrupção

O empresário iraniano Babak Zanjani foi condenado à morte por corrupção, informou hoje o porta-voz da autoridade judiciária, Gholamhossein Mohseni-Ejeie, citado pela imprensa.

© Reuters Photographer / Reuter

Detido em dezembro de 2013, o milionário Babak Zanjani foi acusado de desviar 2,8 mil milhões de dólares em transações de petróleo ilegais, contornando as sanções internacionais que foram impostas ao Irão.

"O veredicto do julgamento de Babak Zanjani e de outros dois acusados foi pronunciado. Eles foram considerados culpados de corrupção [...] e condenados à morte", afirmou Mohseni-Ejeie.

Foram ainda condenados a ressarcir a Companhia Nacional Iraniana de Petróleo e pagar uma multa equivalente a "um quarto do montante da lavagem de dinheiro", adiantou o porta-voz da autoridade judiciária.

Babal Zanjani pode recorrer do veredicto.

Com 41 anos, Babal Zanjani é um influente empresário, dono de muitas empresas, incluindo uma companhia aérea, que estão confiscadas.

A sua prisão ocorreu depois da ordem dada pelo Presidente iraniano, Hassan Rohani, ao seu Governo para lutar contra a "corrupção [...] em particular daqueles que tiram proveito das sanções económicas".

No julgamento que durou vários meses e foi realizado em público, um procedimento raro, o empresário explicou que, sob o Governo do ex-presidente conservador Mahmoud Ahmadinejad, o Ministério do Petróleo pediu a sua ajuda para repatriar o dinheiro do petróleo vendido no exterior.

Lusa

  • Incêndios causaram 76 feridos no espaço de uma semana
    0:34

    País

    No espaço de uma semana, 76 pessoas ficaram feridas, incluindo seis com gravidade, durante os incêndios florestais. Na conferência de imprensa desta tarde, a Proteção Civil explicou que há cinco planos municipais de emergência ativos por causa das chamas.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.