sicnot

Perfil

Mundo

Cantor Morrissey pondera candidatura à câmara de Londres

O cantor e compositor britânico Morrissey está a considerar "seriamente" a possibilidade de vir a candidatar-se à presidência da câmara de Londres pelo Partido do Bem-Estar Animal, divulgou hoje na sua página oficial na Internet.

© Mark Makela / Reuters

Numa mensagem, o ex-vocalista do grupo The Smiths, de 56 anos, declarou a sua intenção de lutar "contra a infernal e arcaica injustiça social a que estão sujeitos os animais".

Steven Patrick Morrissey, conhecido simplesmente como Morrissey, tem sido ao longo dos anos um fervoroso ativista dos direitos dos animais, bem como um defensor da alimentação vegetariana.

"Não podemos ficar simplesmente sentados e esperar que aqueles que estão no poder se preocupem. Não podemos permitir que o desastre hipócrita da agricultura animal continue para sempre, porque o seu impacto é infernal", prosseguiu o cantor.

A líder do Partido do Bem-Estar Animal, Vanessa Hudson, afirmou, em declarações à estação britânica pública BBC, esperar ver "uma campanha eleitoral para a câmara que inclua o ponto de vista de um candidato que deseje fazer de Londres uma cidade pioneira no mundo para as pessoas, mas também para os animais".

Para 05 de maio deste ano estão agendadas as eleições locais que vão eleger o sucessor do atual 'mayor' (presidente da câmara) de Londres, o conservador Boris Johnson, que não vai concorrer a um terceiro mandato.

Os potenciais rivais de Morrissey na corrida à câmara de Londres são o conservador Zac Goldsmith, de 41 anos, filho do milionário James Goldsmith, e o trabalhista Sadiq Khan, de 45 anos, de ascendência paquistanesa.

Para ser candidato, Morrissey, natural de Manchester (norte de Inglaterra), deve estar registado como eleitor em Londres ou provar que vive ou trabalha na capital britânica há pelo menos 12 meses seguidos.

Os candidatos devem recolher igualmente as assinaturas de pelo menos 10 eleitores de cada um dos distritos de Londres antes do fim de março e pagar um depósito de 10.000 libras (12.900 euros).

Lusa

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira

  • "Estou grávida! Estou a morrer!"
    1:14

    Crise Migratória na Europa

    Mais de 160 pessoas foram resgatadas de uma embarcação de borracha que estava à deriva junto à zona costeira da Líbia. As imagens do resgate são de aflição, lágrimas e gritos. "Estou grávida! Estou a morrer!", disse uma das mulheres que conseguiu salvar-se. Foram ainda encontrados 13 cadáveres no fundo do barco, entre eles mães e mulheres grávidas. As imagens podem chocar as pessoas mais sensíveis.

  • Mulher vive sozinha numa ilha há 40 anos

    Mundo

    Zoe Lucas é a única pessoa a viver numa ilha canadiana, no norte do Atlântico. Nas últimas quatro décadas, a mulher de 67 tem partilhado a ilha Sable com cerca de 400 cavalos selvagens e 350 espécies de pássaros.