sicnot

Perfil

Mundo

Discussão sobre Ronaldo e Messi termina em assassinato na Índia

Uma discussão em torno de qual é o melhor futebolista do mundo, Ronaldo ou Messi, resultou no assassinato de um homem por um amigo, no dia do seu aniversário, em Bombaim, na Índia.

Arquivo

Arquivo

© Eric Gaillard / Reuters

Os dois homens, de nacionalidade nigeriana, celebravam o 34º aniversário no apartamento de um deles, quando, na madrugada de domingo, a discussão em torno das estrelas do Real Madrid e do FC Barcelona levou a que se envolvessem fisicamente.

Segundo a Policia, Obina Durumchukwu, que festejava o seu aniversário e acabou assassinado, era o defensor do português Cristiano Ronaldo e atirou um vaso de vidro na direção de Michael Chukwuma, de 21, para quem o melhor futebolista do mundo é Messi.

O adepto do astro argentino pegou num dos cacos do vaso arremessado e, usando-o como arma branca, matou o amigo, degolando-o.

A polícia indiana chegou ao local alertada pelos vizinhos, que ouviram a discussão e a confusão que se seguiu no apartamento ao lado, e deteve o jovem nigeriano pelo crime de assassinato.

Com Lusa

  • Mário Centeno lidera hoje a primeira reunião do Eurogrupo
    1:56
  • Eleição de Rio "embaraça" PCP e BE
    0:34

    Opinião

    Luís Marques Mendes considera que a eleição de Rui Rio veio criar embaraço ao PCP e Bloco de Esquerda. O comentador da SIC considera que a promessa de que venha a haver pactos de regime entre PS e PSD é motivo de preocupação para os parceiros do Governo.

  • Quem são os arguidos da operação Fizz
    2:29

    País

    É já considerado o julgamento do ano da justiça portuguesa e o caso que está a abalar as relações entre Portugal e Angola. O processo da operação Fizz tem quatro arguidos, mas um deles, já é certo, não irá sentar-se esta segunda-feira no banco dos réus.

  • Que shutdown é este que paralisou os EUA?
    2:27
  • Casal que mantinha filhos acorrentados queria participar num reality show
    3:15
  • Quase 100 atletas testemunharam contra médico Larry Nassar
    1:38

    Desporto

    Quase 100 atletas e antigas ginastas da seleção dos Estados Unidos da América confrontaram esta semana, em tribunal, o médico Larry Nassar, acusado de assédio sexual. Em dezembro, o clínico foi condenado a 60 anos de prisão por um tribunal do Michigan, por posse de pornografia infantil.