sicnot

Perfil

Mundo

Manobras militares entre EUA e Coreia do Sul preocupam a China

O Governo chinês disse hoje que "não aceitará provocações à porta de sua casa", face às manobras militares conjuntas entre os Estados Unidos e a Coreia do Sul, que deverão durar até finais de abril.

"A Coreia do Norte reagiu energicamente (contra as manobras) e a China também está preocupada", destacou o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês, Hong Lei.

Hong recordou que a China "está geograficamente próxima à península coreana" e assegurou que Pequim se "opõe com firmeza a qualquer ação que gere problemas".

"Apelamos a todas as partes para que mantenham a calma e contenção, não se provoquem mutuamente, nem elevem a tensão", disse.

Questionado sobre a reação da Coreia do Norte, que ameaçou com "ataques preventivos", face às manobras militares entre Seul e Washington, Hong limitou-se a responder que a "Península coreana é complexa e complicada".

Sobre as sanções aprovadas recentemente pelas Nações Unidas contra a Coreia do Norte, o porta-voz chinês assinalou que o objetivo destas é evitar novos ensaios com mísseis balísticos e nucleares e que "não afetam o povo (norte-coreano), nem o seu bem estar ou necessidades humanitárias.

"Todos devemos pôr em prática a resolução, mas não exagerar ou ignorar alguns dos seus aspetos", afirmou, assegurando que a China - principal parceiro comercial da Coreia do Norte - cumprirá fielmente com as medidas aprovadas pela ONU.

Hong reiterou ainda a preocupação de Pequim com a possibilidade dos EUA instalarem o sistema antimísseis THAAD na península coreana.

O escudo "aumentará as tensões regionais, afetará o equilíbrio na região e minará a segurança estratégica da Rússia e da China", apontou.

Lusa

  • Encontrado corpo de mariscador desaparecido no Barreiro

    País

    O corpo do homem com cerca de 50 anos apareceu esta manhã junto ao Clube Naval do Barreiro, na mesma zona onde tinha desaparecido na noite deste sábado. A informação já foi confirmada à SIC pela Polícia Marítima, que adiantou que o corpo já foi levado para a morgue. O alerta foi dado por volta das 22:30 de ontem pelos companheiros de nacionalidade chinesa que estavam com a vítima na apanha de bivalves na margem sul do Tejo.

  • Mais de duas mil pessoas retiradas do fogo junto ao parque Doñana, no Sul de Espanha

    Mundo

    O incêndio florestal começou ainda na noite deste sábado na aldeia de Las Peñuelas de Moguer, na província de Huelva e obrigou à evacuação de várias localidades e à retirada de mais de duas mil pessoas, de vários alojamentos turísticos (incluindo o Parador de Mazagon, dois parques de campismo e um hotel). Foi ainda ativado o plano de emergência da província.

  • Portugal "precisa avançar no trabalho" para reduzir crédito malparado
    1:36

    Economia

    Bruxelas recomenda e insiste que o Governo português avance no trabalho para resolver o crédito malparado. Em entrevista à SIC e ao Expresso, o vice-Presidente da Comissão para o Euro e Estabilidade Financeira, Valdis Dombrovskis, adianta que Bruxelas está também a preparar um Plano de Ação ao nível europeu.

    Entrevista SIC/Expresso

  • Líder do Daesh abatido durante fuga

    Daesh

    Um líder do Daesh e o assistente foram abatidos pela polícia iraquiana, em Mossul. A notícia é avançada pela agência EFE que esclarece que os dois homens terão sido mortos enquanto fugiam do Oeste para Este da cidade iraquiana através do rio Tigre.