sicnot

Perfil

Mundo

Oposição síria contra a perspetiva de um Estado federal

A oposição síria manifestou-se hoje contra a ideia de um Estado federal ao considerar que seria um prelúdio à divisão do país, quando foram anunciadas para breve novas negociações entre as partes para uma solução política.

Um rapaz com uma bandeira da oposição síria.

Um rapaz com uma bandeira da oposição síria.

© Bassam Khabieh / Reuters

"A unidade da Síria é uma linha vermelha. Esta questão não é negociável e a ideia de uma federação seria um prelúdio à partilha da Síria", afirmou Riad Hijab, o coordenador geral do Alto comité das negociações, no decurso de uma entrevista telefónica com jornalistas.

"Isso é inaceitável. Chegámos a acordo sobre uma centralização administrativa [no decurso da conferência da oposição de dezembro, em Riade] ", acrescentou.

O responsável da oposição síria respondia de forma indireta ao vice-ministro russo dos Negócios Estrangeiros, Serguei Riabkov, que em 29 de fevereiro admitiu uma federalização da Síria caso permitisse garantir a unidade do país e fosse aceite pelos beligerantes.

"Não posso avaliar as possibilidades de formação de um Estado federal na Síria, porque o processo que deve conduzir à definição do futuro da Síria não se iniciou", referiu, citado pela agência noticiosa pública Ria-Novosti.

"Mas, e se após as negociações e consultas sobre o futuro da Síria os participantes (...) chegarem à conclusão que este modelo é conveniente e que permitirá a salvaguarda de uma Síria unida, laica, independente e soberana, quem poderá opor-se-lhe?", assinalou.

Os curdos locais, que constituíram três regiões autónomas desde o início da guerra na Síria, são favoráveis a uma federação.

Em janeiro de 2012, diversos grupos curdos sírios sugeriram um referendo para escolher entre descentralização, autonomia ou federação.

As conversações de paz previstas sob a égide da ONU em Genebra são as primeiras desde a entrada em vigor em 27 de fevereiro de um acordo sobre a interrupção das hostilidades concluído entre norte-americanos e russos.

Lusa

  • Catalunha vs Espanha
    29:35

    Grande Reportagem SIC

    2017 ficará como o ano da Catalunha e de como a região espanhola foi falada em todo o mundo, por causa do grito de independência que não aconteceu. O jornalista Henrique Cymerman esteve na Catalunha e foi um dos poucos repórteres do mundo que conseguiu chegar ao esconderijo do presidente demissionário do Governo catalão, Carles Puigdemont, em Bruxelas.

  • Pensões vão subir em janeiro

    Economia

    As pensões vão subir entre 1 e 1,8% em janeiro próximo. O Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou esta quinta-feira o valor da inflação, que vai definir a atualização das reformas em 2018.

  • Investigação australiana recomenda fim do celibato na Igreja Católica

    Mundo

    Uma investigação australiana sobre abuso sexual de crianças recomendou hoje à Igreja Católica que levante a exigência de celibato ao clero, de acordo com o relatório final. O mesmo documento, com 189 recomendações e 17 volumes, indicou que deve também ser esclarecido até onde vai o segredo da confissão quando estão em causa provas de crimes contra menores.

  • Trabalhos de estabilização de solos nas áreas ardidas começam na Lousã
    1:24

    País

    Vários concelhos afetados pelos incêndios estão a começar a receber uma intervenção de emergência para estabilizar os solos nas áreas ardidas. O trabalho arrancou esta quinta-feira na zona da Lousã e tem como objetivo reduzir o impacto da chuva nos terrenos afetados pelos fogos. Nos trabalhos, estão presentes o Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro e a Força Especial de Bombeiros.

  • Anúncio de lince ibérico no OLX sob investigação
    1:25

    País

    A GNR está a investigar um anúncio de venda de um lince ibérico no site de classificados OLX. As autoridades admitem poder tratar-se de uma bricandeira, mas sendo o lince uma espécie protegida e a sua captura e venda um crime, o caso está a ser investigado. O anúncio foi entretanto retirado do site.