sicnot

Perfil

Mundo

Aumento do uso de contracetivos em África pode conter população global

O número de mulheres a usar contracetivos nos países em desenvolvimento cresceu exponencialmente. De tal forma, realçam as Nações Unidas, que a projeção sobre o crescimento da população nos próximos 15 anos pode ser reduzida em mil milhões de pessoas.

Reuters

Os dados das Nações Unidas mostram que mais do que nunca as mulheres estão a fazer planeamento familiar.

O ano passado, cerca de 64% das mulheres casadas ou a viver em união de facto, entre os 15 e os 49 anos, em países africanos, usavam métodos novos ou tradicionais de planeamento familiar. Nos anos 70, a taxa era de 36%.

A Udesa - Departamento para os Assuntos Económicos e Sociais das Nações Unidas - prevê que nos próximos 15 anos aumente ainda mais o uso de contracetivos em África, a região com mais procura, mas também com menos acesso aos mesmos.

"Os dados mostram-nos que as mulheres com acesso ao planeamento familiar escolhem fazer planeamento familiar, resultando frequentemente em famílias mais pequenas, maiores realizações educacionais, crianças mais saudáveis e maior influência doméstica e nas comunidades", revela Jagdish Upadhyay, da ONU.

De acordo com a agência da ONU, a população mundial será de 8 mil milhões a 9 mil milhões de pessoas em 2030.

  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    2:24
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.