sicnot

Perfil

Mundo

Coreia do Sul acusa Norte de piratear telefones de altos funcionários

Os serviços secretos da Coreia do Sul acusaram hoje a Coreia do Norte de ter pirateado smartphones de dezenas de altos funcionários do governo de Seul.

Arquivo

Arquivo

© Kim Hong-Ji / Reuters

As revelações feitas pelo Serviço de Inteligência Nacional (NIS) surgem numa altura em que o governo sul-coreano procura fazer passar no parlamento uma lei contra o terrorismo cibernético que, de acordo com as vozes críticas, vai conferir à agência poderes de vigilância sem paralelo.

Em comunicado, o NIS diz que hackers norte-coreanos se apropriaram de listas de contactos, mensagens de texto e inclusive de conversações telefónicas entre finais de fevereiro e início de março, e ainda que os piratas informáticos enviaram mensagens de texto para os dispositivos das autoridades governamentais sul-coreanas com ligações a softwares maliciosos.

Também atacaram o servidor de uma grande empresa especializada em fornecer software seguro para o serviço bancário online, segundo o NIS, que realizou hoje uma reunião de emergência para definir medidas para reforçar a segurança cibernética.

"A Coreia do Norte tem preparado uma série de ataques contra o nosso ciberespaço" na sequência do seu teste nuclear de 06 de janeiro, refere o mesmo comunicado.

Só no ano passado, a Coreia do Norte contaminou aproximadamente 60 mil computadores na Coreia do Sul e no exterior, transformando-os em computadores zombie que podem ser usados como armas para ataques informáticos, de acordo com a NIS.

Lusa

  • PSD e CDS assinalam 36º aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro
    1:38

    País

    O presidente do PSD deixou críticas ao Partido Comunista, este domingo, a propósito do aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro. Pedro Passos Coelho lembrou os festejos dos comunistas na altura, numa resposta a quem questionou a abstenção dos sociais-democratas ao voto de pesar a Fidel Castro, que o PCP levou ao Parlamento. Este domingo, tanto o PSD como o CDS-PP prestaram homenagem a Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa.