sicnot

Perfil

Mundo

Um morto e nove feridos durante visita de vice-presidente dos EUA a Telavive

Uma pessoa morreu e nove ficaram feridas hoje em ataques com arma branca cometidos por um homem em Telavive, perto de onde o vice-Presidente norte-americano, Joe Biden, estava a ser recebido pelo ex-Presidente israelita Shimon Peres, indicou a polícia.

© POOL New / Reuters

Segundo a mesma fonte, a vítima mortal era um turista norte-americano, e o autor dos ataques, sobre o qual não foi até agora fornecida qualquer informação, foi abatido por agentes policiais.

Várias das pessoas esfaqueadas ficaram feridas com gravidade, disseram fontes da equipa de socorro.

O agressor começou por ferir diversos transeuntes na avenida marginal de Jaffa, bairro histórico e um dos locais mais turísticos de Telavive, e depois continuou junto ao mar e esfaqueou mais pessoas, antes de ser abatido.

Havia grandes manchas de sangue no chão, nos locais onde ocorreram os ataques, e um anónimo havia já colocado um ramo de flores, de acordo com a agência de notícias francesa, AFP.

A polícia nada disse ainda sobre o autor dos crimes, limitando-se a classificá-lo como "terrorista". Estas agressões inscrevem-se num contexto de ataques anti-israelitas constantes desde há cinco meses nos territórios palestinianos, em Jerusalém e em Israel.

Tais atos de violência custaram a vida a 183 palestinianos, 28 israelitas, um norte-americano, um eritreu e um sudanês desde 01 de outubro do ano passado.

Lusa

  • 10 Minutos com Eurico Reis
    11:20

    10 Minutos

    Há quatro meses que Portugal é um dos poucos países europeus onde é possível recorrer à gestação de substituição. E há já um casal que teve luz verde para começar os tratamentos. Para um balanço, foi nosso convidado Eurico Reis, juiz desembargador e presidente do Conselho Nacional de Procriação Medicamente Assistida, a entidade que autoriza os processos de gestação de substituição.

    Entrevista completa

  • Parlamento discute utilização de animais no circo
    2:01
  • Seis meses depois da tragédia de Pedrógão Grande
    5:55

    Tragédia em Pedrógão Grande

    Assinalou-se este domingo meio ano desde que o país ficou em choque com o rasto de morte e destruição causado pelos incêndios florestais na região centro. A tragédia de Pedrogão Grande foi há precisamente seis meses. Enquanto segue a reconstrução no tempo possível e com o Natal à porta, a vida prossegue, mas não voltará a ser mesma.

  • A inédita entrevista do príncipe Harry a Barack Obama
    0:47

    Mundo

    Foi divulgado um vídeo pouco habitual em que aparece o príncipe Harry a entrevistar Barack Obama para um programa de rádio. A conversa foi gravada em setembro, durante um evento desportivo para militares com deficiência, e será transmitida na íntegra no dia 27 de dezembro.