sicnot

Perfil

Mundo

Células estaminais podem regenerar tecido ocular em crianças com cataratas

As terapias baseadas em células estaminais demonstraram ser efetivas para regenerar o tecido ocular em crianças com cataratas e reparar a córnea em animais que perderam a visão, segundo estudos publicados hoje na Nature.

AP

Os estudos descrevem novas técnicas para devolver a transparência à córnea e ao cristalino, o que pode evitar transplantes ou implantes artificiais, procedimentos com algum risco para o paciente.

As cataratas, a primeira causa de cegueira no mundo, tratam-se habitualmente com uma operação em que se substitui o cristalino por uma lente intraocular artificial.

Em crianças com cataratas congénitas, o êxito daquela intervenção é limitado, dado que a operação pode criar uma certa distorção na linha de visão difícil de corrigir com óculos, porque o olho continua em desenvolvimento.

Cientistas dos Estados Unidos e do Reino Unido desenvolveram uma técnica para devolver a transparência ao cristalino sem necessidade de o substituir.

Os cientistas explicam, no estudo, que a técnica é menos invasiva que o procedimento habitual e consiste em retirar uma parte do tecido danificado, mas deixam intactas as células estaminais.

O procedimento foi testado em 12 crianças com menos de dois anos.

Segundo os resultados, o cristalino das 12 crianças regenerou-se em três meses e sem complicações em todos os casos.

Num outro estudo, os cientistas demonstraram que é possível cultivar células do epitélio em laboratório e transplantá-las para olhos de mamíferos.

Os cientistas experimentaram o método em coelhos com a visão danificada para comprovar que se pode utilizar com êxito para reverter danos na córnea.

O estudo sugere que este pode ser o primeiro passo para desenhar a experiência em humanos, o que pode evitar transplantes da córnea.

Lusa

  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.