sicnot

Perfil

Mundo

Eurodeputado grego expulso por comentário xenófobo sobre turcos

O presidente do Parlamento Europeu (PE), Martin Schulz, expulsou hoje do hemiciclo o eurodeputado grego do partido de extrema-direita Aurora Dourada Eleftherios Synadinos devido a um comentário xenófobo durante o debate sobre o pré-acordo migratório com a Turquia.

PATRICK SEEGER

Antes do início das votações do meio-dia, o presidente do PE citou a intervenção de Synadinos durante o plenário.

"Como muitos cientistas têm dito, os turcos são bárbaros, são sujos, são os que ao lutar contra o inimigo lutam sem princípios. A firmeza e o punho são a arma", foi a declaração do eurodeputado grego citada por Schulz.

O presidente do PE disse que perante aquele comentário o parlamento "tinha de reagir" porque ele "contraria" o seu "regulamento interno e os valores da União Europeia".

"Como medida imediata tomou-se uma decisão de princípio, porque se ultrapassam sistematicamente os limites para acomodar o racismo e comigo isso não será possível", afirmou Schulz, avisando Synadinos que vai continuar o processo interno devido à sua atitude.

Lusa

  • Atacantes usaram "tática defendida pelos extremistas do Daesh"
    1:43

    Ataque em Barcelona

    O ex-presidente do Observatório de Segurança, Criminalidade Organizada e Terrorismo esteve em direto, para a SIC Notícias, onde falou sobre o ataque desta quinta-feira nas Ramblas, em Barcelona. José Manuel Anes falou na tática defendida na revista dos extremistas do Daesh e que foi usada neste ataque: a utilização de viaturas "de preferência as mais pesadas para matar o maior número de pessoas".