sicnot

Perfil

Mundo

Francês detido após aterrar em Marrocos com facas e botija de gás na bagagem

Um cidadão francês considerado radicalizado foi detido no domingo em Marrocos após viajar na companhia aérea de baixo custo Ryanair com facas, uma botija de gás e um capuz negro na bagagem, anunciaram esta quarta-feira as autoridades francesas.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Agencja Gazeta / Reuters

O homem, de 31 anos, estava há três meses em prisão domiciliária em França e saiu de França pelo aeroporto de Nantes, apesar dos elevados níveis de segurança no país, que ainda está sob o estado de emergência devido aos atentados de novembro em Paris, que fizeram 130 mortos.

O homem foi detido à chegada a Fez, no norte de Marrocos, onde as autoridades descobriram os objetos proibidos na sua bagagem, informa a mesma fonte, que confirma a notícia avançada pelo diário local Presse-Océan.

Manuel Broustail, ex-militar convertido ao islão fora detido em novembro em Angers, após os atentados de Paris, tendo ficado em prisão domiciliária até meados de fevereiro.

Segundo uma fotografia difundida pelos media marroquinos, na bagagem parecia haver pelo menos quatro facas de cozinha, um machete, dois canivetes, umas matracas retráteis, um capuz negro, uma botija de gás e outros objetos.

No domingo, Manuel Broustail apresentou-se no aeroporto e, segundo as autoridades francesas, nada o impedia de sair de território francês.

Desde os atentados de novembro, a França está sob o estado de emergência, um regime de exceção que facilita as investigações e detenções de suspeitos.

Os meios radicalizados são alvo de uma vigilância reforçada.

"No quadro da cooperação entre França e Marrocos", o homem foi sinalizado às autoridades marroquinas e "a sua detenção (no aeroporto de Fez) não foi completamente aleatória", disseram as fontes.

Segundo as autoridades francesas, a bagagem de mão de Manuel Broustail foi controlada no embarque e não continha nada de suspeito.

Já a bagagem de porão foi controlada pelos detetores eletrónicos, que não reagiram, acrescentaram as autoridades francesas, assegurando que "todos os procedimentos de segurança foram respeitados" no aeroporto de Nantes.

Segundo fontes próximas da investigação, o homem tinha-se mudado para Marrocos com a mulher no verão passado e tinha regressado a França para vender o seu apartamento.

Questionada pelos jornalistas, a companhia aérea irlandesa Ryanair afirmou que a responsabilidade é "das autoridades de segurança do aeroporto de Nantes".

Até ao momento, nenhuma fonte oficial marroquina confirmou ou comentou a informação.

Lusa

  • Militar ferido com gravidade em acidente com Pandur
    1:19

    País

    O acidente em Vila Real que envolveu uma viatura militar fez três feridos. Uma das vítimas ficou em estado grave e teve de ser transportada de helicóptero para o Hospital Santo António do Porto. O militar ficou encarcerado no veículo blindado, o que dificultou os trabalhos de socorro.

  • Ricardo Salgado constituído arguido e interrogado no DCIAP
    2:46

    Operação Marquês

    O ex-presidente do BES está a ser ouvido no DCIAP, a responder às questões do procurador Rosário Teixeira e do inspetor da Autoridade Tributária Paulo Silva. Têm sido levantadas dúvidas quanto ao dinheiro em contas de Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates, e suspeita-se que grande parte desses 20 milhões de euros tenham vindo de sociedades com ligação ao grupo Espírito Santo.

  • Bebé nasce na Ucrânia com ADN de três pais

    Mundo

    Nasceu a 5 de janeiro, na Ucrânia, uma menina filha de um casal infértil graças à ajuda de uma nova técnica de fertilização in vitro, que conta com a colaboração de uma terceira pessoa. De acordo com o britânico The Times, os médicos utilizaram pela primeira vez um método denominado transferência pronuclear. Esta não é, contudo, a primeira vez que nasce um bebé com ADN de três progenitores.

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".