sicnot

Perfil

Mundo

Hungria declara estado de crise no país devido à imigração

O governo da Hungria declarou hoje o "estado de crise" em todo o país devido à imigração e pretende reforçar a segurança das fronteiras a sul, anunciou em Budapeste o ministro do Interior húngaro, Sandor Pinter.

© Karoly Arvai / Reuters

O ministro recordou que a Eslovénia, a Sérvia e a Croácia começaram hoje a aplicar restrições fronteiriças para restaurar as normas do espaço Schengen (espaço europeu de livre circulação), o que significa que a rota migratória dos Balcãs está praticamente fechada para os refugiados.

"Não sabemos como vão reagir os migrantes que ainda permanecem nestes países", afirmou Sandor Pinter, ao explicar a medida do executivo de Budapeste à comunicação social local.

O ministro reiterou ainda a intenção do governo húngaro de erguer uma vedação na fronteira com a Roménia caso os migrantes optarem por atravessar o território romeno para entrar na Hungria e, desta forma, entrar no espaço Schengen.

As autoridades húngaras mobilizaram centenas de soldados e de polícias para as zonas fronteiriças e a "capacidade de reação" destes operacionais será reforçada com um aumento de veículos, segundo explicou Sandor Pinter.

Num cenário de estado de crise, que inicialmente pode durar até seis meses e ser prolongado posteriormente, o Estado pode reforçar os controlos fronteiriços e as forças de segurança (polícia e exército) podem assumir a tarefa de registar os requerentes de asilo.

Em setembro do ano passado, o governo húngaro já tinha declarado o "estado de crise" nas províncias do sul do país, depois de ter encerrado as fronteiras com a Sérvia e a Croácia com vedações.

Lusa

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.

  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.