sicnot

Perfil

Mundo

Indonésia assistiu ao único eclipse total do Sol este ano

Indonésia assistiu ao único eclipse total do Sol este ano

Milhares de pessoas assistiram hoje na Indonésia ao único eclipse total do Sol de 2016, que também pôde ser visto parcialmente na maior parte do Sudeste Asiático.

O eclipse começou a observar-se na ilha de Samatra, no oeste da Indonésia, às 06:20 (23:20 de terça-feira em Lisboa), e foi avançando para leste para dezenas de províncias nas ilhas do Bornéu, Célebes e Molucas, antes de entrar no Pacífico adentro.

Um dos lugares onde foi possível observar o eclipse total foi Palu, na região central das Célebes, até onde se deslocou uma equipa de astrónomos liderada pelo espanhol Miquel Serra-Ricart, do Instituto de Astrofísica das Canárias (IAC).

O astrónomo explicou à agência Efe, ao telefone, que inicialmente era um eclipse "complicado" de "reduzido interesse" devido à instabilidade atmosférica habitual, mas que depois a visibilidade do dia o converteu num dos melhores.

"Foi impressionante. Não me recordo, desde o de 2008 na Rússia, de um eclipse tão límpido, sem nuvens, com um ar tão transparente", disse Serra-Ricart, após assistir ao seu 13.º eclipse total do sol.

Uma equipa da NASA também viajou para a Indonésia para observar o fenómeno, que despertou a curiosidade não só de cientistas mas de milhares de turistas.

Os eclipses do sol têm lugar quando, a partir da perspetiva da Terra, a Lua passa à frente do sol, ocultando-o. Dependendo do ponto do planeta onde se encontra o observador, o fenómeno pode ser total, anular ou parcial.

O eclipse é total quando toda a superfície do sol fica coberta pela lua; anular quando a lua -- um pouco mais afastada da Terra -- não chega a cobrir totalmente a superfície do sol e deixa visível um anel solar; e parcial quando apenas uma parte do sol fica ocultada pela lua.

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.