sicnot

Perfil

Mundo

Nestlé recolhe pizzas e lasanhas com pedaços de vidro nos EUA

A Nestlé portuguesa garantiu hoje que "não estão à venda em Portugal" as refeições congeladas, pizzas e lasanhas que a empresa vai recolher voluntariamente no mercado norte-americano por conterem pedaços de vidro.

A DECO pediu análises laboratoriais a trinta amostras de hambúrgueres, canelones, almôndegas e lasanhas e encontrou ADN de cavalo em três delas. Nos hambúrgueres da Auchan e almôndegas Polegar (comecializadas pela Auchan) foram detetados vestígios inferiores a 1%, enquanto na lasanha do El Corte  Inglés a presença de ADN era de 1 e 5% (

A DECO pediu análises laboratoriais a trinta amostras de hambúrgueres, canelones, almôndegas e lasanhas e encontrou ADN de cavalo em três delas. Nos hambúrgueres da Auchan e almôndegas Polegar (comecializadas pela Auchan) foram detetados vestígios inferiores a 1%, enquanto na lasanha do El Corte  Inglés a presença de ADN era de 1 e 5% (

© Pascal Lauener / Reuters

A Nestlé norte-americana anunciou na quinta-feira na sua página da Internet a recolha voluntária de um número limitado de produtos, entre os quais pizzas e lasanhas congeladas, por conterem pedaços de vidro.

Contactada pela agência Lusa, uma fonte da Nestlé portuguesa disse que os produtos em causa não estão à venda em Portugal.

A empresa norte-americana adiantou no site da Internet que a recolha inclui cerca de três milhões de produtos de lasanha "Stouffer", refeições congeladas "Lean Cuisine" e pizzas "DiGiorno".

A Nestlé disse "lamentar a situação" e adiantou que, até ao momento, ainda não recebeu nenhuma queixa relativa a algum tipo de incidente com pedaços de vidro naqueles alimentos.

Na sua página da Internet, a Nestlé adiantou ainda estar já em curso uma investigação para detetar a origem do problema.

Lusa

  • Crianças trocadas à nascença não querem mudar de pais

    Mundo

    Tem todos os ingredientes de um argumento de filme, mas aconteceu de facto na Índia. Dois bebés foram trocados à nascença na maternidade, os resultados de ADN confirmaram-no quase três anos depois, mas as crianças, atualmente com 2 anos e 10 meses, não querem mudar de família.

    SIC

  • Agressões e rascismo em escola de Portimão
    3:06

    País

    Queixas de agressões, insultos, discriminação e racismo numa escola básica de Portimão estão a ser alvo de um processo de averiguações, por parte da autarquia e da direção do agrupamento escolar. As denúncias partem de um grupo de pais e foram tornadas públicas pela organização SOS Racismo.  A principal visada é uma funcionária da cantina, mas também uma professora.

  • Os (maus) hábitos do português ao volante
    1:31