sicnot

Perfil

Mundo

Sobrevivente do Holocausto declarado o homem mais velho do mundo

O homem mais velho do mundo é um sobrevivente do Holocausto com 112 anos, que vive em Haifa (noroeste de Israel), anunciou hoje a Guinness World Records.

Segundo a sua família, Yisrael Kristal nasceu no que é atualmente a Polónia a 15 de setembro de 1903, três meses antes dos irmãos Wright efetuarem o primeiro voo com um avião com motor, e esteve no campo de concentração de Auschwitz.

"Não sei o segredo para ter uma vida longa. Acredito que tudo está destinado e que nunca saberemos as razões. Homens mais inteligentes, mais fortes e mais bonitos do que eu já não estão vivos", disse Kristal num comunicado de reação à notícia.

O anterior homem mais velho do mundo, o japonês Yasutaro Koide, morreu em janeiro aos 112 anos.

Yisrael Kristal é quatro anos mais novo que a mulher mais velha do mundo, a norte-americana Susannah Mushatt Jones, nascida a 06 de julho de 1899 e com 116 anos.

O recorde de longevidade humana reconhecido oficialmente pertence à francesa Jeanne Louise Calment, que viveu 122 anos e 164 dias e morreu em 1997.

Lusa

  • Primo de Sócrates já foi notificado
    1:48
  • Santana Lopes espera mais diálogo com António Costa
    0:40

    País

    Pedro Santana Lopes espera que o primeiro-ministro dialogue mais com o novo líder do PSD do que o que tem dialogado com Passos Coelho. O candidato à liderança dos social-democratas criticou ainda Rui Rio por ainda não se ter mostrado disponível para um debate.

  • Rui Rio defende o diálogo com todos os partidos
    0:37

    País

    Rui Rio defende o diálogo com todos os partidos com assento parlamentar e não apenas com o Governo. As declarações do candidato à liderança do PSD surgiram em resposta a António Costa que, em entrevista, disse que acredita que a relação com os social-democratas vai melhorar com a nova liderança.

  • Morreu o jornalista Pedro Rolo Duarte

    País

    Morreu Pedro Rolo Duarte. O jornalista tinha 53 anos e não resistiu a um cancro. Pedro Rolo Duarte estava internado nos cuidados paliativos do Hospital da Luz, em Lisboa. Trabalhou em imprensa, na rádio e na televisão.