sicnot

Perfil

Mundo

Carro armadilhado faz 28 mortos e 75 feridos no centro de Ancara

Carro armadilhado faz 28 mortos e 75 feridos no centro de Ancara

De acordo com a televisão turca, um carro armadilhado explodiu junto a um terminal de transportes. Pelo menos cinco pessoas morreram.

Pelo menos 27 pessoas morreram e 75 ficaram feridas na forte explosão registada hoje no centro de Ancara, na capital da Turquia, segundo uma nova atualização do número de vítimas feita pelas autoridades turcas.

"A explosão foi causada por um carro carregado de explosivos perto da Praça de Kizilay", no centro da capital turca, refere um comunicado do gabinete do governador de Ancara.

Uma forte explosão ocorreu às 16:35 de hoje (hora de Lisboa) na Praça de Kizilay, junto a uma esquadra de polícia e a uma paragem de autocarro, noticiam os órgãos de comunicação social locais.

De acordo com o canal de televisão CNNTürk, os feridos foram levados para clínicas próximas da explosão, enquanto os corpos permanecem no local.

  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC