sicnot

Perfil

Mundo

Comunistas chineses consideram ascensão de Trump uma falha institucional na democracia

Um jornal do Partido Comunista da China (PCC) classificou hoje a ascensão política do republicano Donald Trump de "falha institucional" na democracia norte-americana, lembrando que Mussolini e Hitler também conquistaram o poder por via eleitoral.

Donald Trump lidera as primárias entre os candidatos republicanos.

Donald Trump lidera as primárias entre os candidatos republicanos.

"A ascensão de Trump abriu uma caixa de Pandora na sociedade norte-americana" afirma o Global Times, jornal de língua inglesa do grupo do Diário do Povo, o órgão central do PCC.

Em editorial, o jornal refere que as cenas de pancadaria entre apoiantes e opositores do aspirante a candidato presidencial, na sexta-feira passada, em Chicago, são próprias da época eleitoral em "países em desenvolvimento".

Na sequência daqueles incidentes, cinco pessoas foram detidas e dois polícias ficaram feridos, quando tentaram separar os grupos e evacuar a sala, para onde estava prevista a realização de um comício.

O milionário assume-se como o grande favorito para ser nomeado candidato do Partido Republicano nas eleições presidenciais dos EUA marcadas para novembro, depois de ter ganhado 15 das 24 votações das primárias realizadas até ao momento. Ainda na corrida republicana estão Ted Cruz, Marco Rubio e John Kasich.

"A ascensão de Trump não foi antecipada pela maioria dos analistas e observadores", aponta o Global Times, frisando que "a sua tarefa seria apenas servir de palhaço, visando atrair mais atenção e votos para o Partido Republicano".

"Porém, após bater a maioria dos outros candidatos promissores, o palhaço tornou-se o principal 'cavalo negro'", acrescenta.

A decisiva jornada eleitoral está marcada para terça-feira, quando decorrerem as primárias na Florida, Illinois, Missouri, Carolina do Norte e Ohio.

Sondagens divulgadas pela cadeia televisiva NBC News e o diário The Wall Street Journal, dão a vitória a Trump nas cruciais eleições primárias de Florida e Illinois, mas uma derrota no Ohio.

A disputa eleitoral de terça-feira é particularmente decisiva para os republicanos, pelo facto de na Florida, Illinois e Ohio o vencedor garantir todos os delegados destes Estados.

"Mesmo que Trump se revele apenas um falso alarme, o seu impacto já provocou estragos", conclui o Global Times.

Lusa

  • "O PSD é o centro das atenções da campanha e fico contente com isso"
    1:03
  • "O Brasil não parou e não vai parar"
    1:33
  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Marcelo na peregrinação de Nossa Senhora de Fátima no Luxemburgo

    Mundo

    O Presidente da República participou esta quinta-feira, a título privado, na peregrinação em honra de Nossa Senhora de Fátima, na cidade luxemburguesa de Wiltz. Milhares de portugueses receberam Marcelo Rebelo de Sousa, que assistiu à missa e, durante alguns minutos, participou na procissão.

  • Cão interrompe jornal em direto
    1:00