sicnot

Perfil

Mundo

Dois italianos mortos no Zimbabué em patrulha contra a caça furtiva

Um italiano e o seu filho que viviam no Zimbabué foram mortos por um guarda-florestal quando estavam em patrulha contra a caça furtiva, num aparente caso de confusão de identidades, disse hoje um representante da indústria de safaris.

© Philimon Bulawayo / Reuters

Os dois homens foram mortos no domingo no parque nacional Mana Pools, no norte do Zimbabué.

"Claudio Chiarelli, que era um caçador profissional que trazia turistas europeus ao Zimbabué, foi baleado acidentalmente, tal como o seu filho, e ambos morreram", disse Emmanuel Fundira, diretor da Safari Operators Association, à agência France Presse.

Fundira adiantou que Claudio Chiarelli, de 50 anos, e o filho Massimiliano, de 20 anos, estavam com uma unidade anti-caça furtiva do parque quando foram mortos. "Parece que foi um caso de confusão de identidade", disse ainda.

Um responsável da embaixada italiana, que não quis ser identificado, disse que Chiarelli, de Padua, vivia no Zimbabué desde 1982 e que o seu filho tinha nascido no país. Confirmou o incidente, mas disse não saber pormenores.

O departamento de parques e a polícia zimbabueana informaram estar a investigar o incidente.

Lusa

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • Fim de semana de muito frio e vento forte
    2:08

    País

    Segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera, vem aí mais frio e as temperaturas mínimas negativas vão regressar a alguns pontos do país. Prevê-se também vento intenso para as próximas 48 horas.

  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC