sicnot

Perfil

Mundo

Partido de Merkel descarta coligações com direita populista

O secretário-geral da União Cristã-Democrata (CDU), Peter Tauber, descartou hoje possíveis coligações do seu partido, presidido pela chanceler Angela Merkel, com a direita populista da Alternativa pela Alemanha (AfD), após o êxito destes nas eleições gerais.

© Wolfgang Rattay / Reuters

"Se se observarem os conteúdos programáticos, não pode haver uma cooperação entre a União e a AfD", disse Tauber em declarações à segunda cadeia da televisão alemã ZDF.

Para Tauber, a letra C na sigla da CDU - que recorda as raízes cristãs do partido - implica que há um limite quanto a cooperações com a direita.

O responsável reagia a uma mensagem no twitter de um deputado regional da CDU no estado federado de Sajonia Anhalt, Sebastian Fischer, que criticou que se descartasse de forma geral a possibilidade de uma coligação com a AfD.

A direita populista alemã registou no domingo um importante avanço nas eleições regionais em três estados germânicos, interpretado como uma sanção para os conservadores de Angela Merkel, abalados pelo fluxo de refugiados que tem agitado a Alemanha.

No seu bastião histórico de Bade-Wurtemberg (sudoeste), a União Cristã-Democrata (CDU) conseguiu a segunda posição (cerca de 27,5%), atrás dos Verdes (32%), um resultado inédito. Na Renânia-Palatinado (oeste) também alcançou o segundo lugar, atrás dos sociais-democratas do SPD (37,5%), segundo as estimativas divulgadas pelas cadeias televisivas públicas ARD e ZDF.

Segundo as mesmas fontes noticiosas, os populistas da Alternativa para a Alemanha (AfD) registaram, respetivamente, neste dois estados (länder), 10-11% e 12,5% dos votos.

Na Saxónia-Anhalt (Leste), a CDU surge na frente (29 a 30%). Mas com 21,5% a 22,8%, a AfD obtém um resultado histórico para um partido populista de direita e surge inclusive como a segunda força política regional, ultrapassando a esquerda radical Die Linke (16,5 a 17%).

Lusa

  • Alemanha vai hoje a eleições regionais em três Estados

    Mundo

    A Alemanha vai hoje a eleições regionais em três Estados. Dezassete milhões de eleitores vão a votos na Alta Saxónia, Bade-Vurtemberga e Renânia-Palatinado. Nas sondagens, o partido nacionalista "Alternativa para a Alemanha", força política com apenas três anos de tendência eurocética e anti-imigração, tem-se destacado. A votação é encarada como mais um teste à política de Angela Merkel para os refugiados, numa altura em que o partido da chanceler alemã tem vindo a perder popularidade. Um fraco resultado do partido conservador pode aumentar a pressão sobre Merkel para rever as políticas de migração, antes de tentar a reeleição nas legislativas de 2017.

  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Venda do Novo Banco terá que ser negociada em Bruxelas
    0:43

    Economia

    A venda do Novo Banco vai ter que ser negociada com Bruxelas, uma vez que o Lone Star planeia agora ficar com 65% da instituição, obrigando o Estado a manter uma posição no banco. O ministro das Finanças lembra que esta também era uma possibilidade mas salienta que o assunto está nas mãos do Banco de Portugal.

  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Primeiro-ministro sueco "surpreendido" com as declarações de Trump
    0:53

    Mundo

    O primeiro-ministro sueco ficou surpreendido com as declarações de Donald Trump, que, no fim de semana, se referiu a um suposto ataque terrorista no país escandinavo, relacionado com a imigração. Stefan Löfven fala na responsabilidade de usar os factos correctamente e diz que é preciso verificar a informação que é divulgada.

  • Angelina emociona-se ao falar da separação de Brad Pitt
    1:25
  • Modelo obrigada a prometer que não volta a arriscar a vida numa sessão fotográfica
    1:46