sicnot

Perfil

Mundo

Próximo secretário-executivo da CPLP escolhido a partir do critério da rotação

O Presidente da República remeteu hoje para os chefes da diplomacia da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) a discussão sobre o próximo secretário-executivo da organização, cuja escolha ocorrerá segundo "o critério da rotação adotado".

Lusa

Lusa

ARMANDO FRANCA

Portugal e São Tomé e Príncipe já manifestaram a intenção de indicar um nome para ocupar este cargo, que será escolhido na cimeira da CPLP, no verão, no Brasil.

"É com alegria que vejo que a CPLP tem futuro, vai ter futuro, irá eleger um novo Presidente, irá eleger um novo secretário-executivo, de acordo com o critério da rotação adotado, mas sobretudo irá adotar uma nova estratégia", referiu o Presidente, Marcelo Rebelo de Sousa, que hoje de manhã realizou uma visita à sede da comunidade, em Lisboa.

O Governo português tem afirmado que, à luz dos estatutos da organização, "compete agora a Portugal assumir a responsabilidade de apresentar a candidatura a secretário executivo" e o país "não enjeita, naturalmente, essa responsabilidade, estando disponível para exercê-la", disse à Lusa fonte oficial do Ministério dos Negócios Estrangeiros.

Por outro lado, países como Cabo Verde, Angola e São Tomé e Príncipe já manifestaram que Portugal não deve assumir o cargo de secretário-executivo, invocando um "acordo verbal" segundo o qual o país que acolhe a sede da organização não deve concorrer a este cargo, atualmente ocupado por Moçambique.

Nessa lógica, e uma vez que os estatutos indicam que a escolha do secretário-executivo é feita sucessivamente por ordem alfabética dos países, segue-se São Tomé e Príncipe, que já disse que apresentará um candidato.

Questionado pelos jornalistas no final da visita à CPLP sobre o próximo secretário-executivo, Marcelo Rebelo de Sousa lembrou que "haverá uma reunião dos ministros dos Negócios Estrangeiros, que irá, entre outros pontos, certamente debruçar-se sobre essa temática, o que significa que é prematuro estar a falar nela neste momento".

"Limitei-me a enunciar um princípio, que é o princípio que tem presidido à sucessão de responsabilidades a nível da presidência, do secretariado-executivo e do secretariado-executivo-adjunto cargo entretanto extinto", referiu o Presidente da República.

O chefe de Estado referia-se à IV reunião extraordinária do conselho de ministros da CPLP, que decorrerá na quinta-feira na sede da organização, em que será analisada a nova visão estratégica, a ser aprovada na cimeira.

Lusa

  • Angola acusa Portugal de fazer "imposição" na CPLP

    Mundo

    O ministro das Relações Exteriores de Angola disse hoje que a anunciada candidatura de Portugal ao cargo de secretário-executivo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) representa "uma imposição" que quebra os entendimentos naquela organização.

  • Manuel Delgado demitiu-se devido a "grave violação da privacidade"

    País

    O ex-secretário de Estado da Saúde diz que apresentou a demissão para "não perturbar nem criar qualquer tipo de embaraço ao normal funcionamento do Governo". Num comunicado, Manuel Delgado esclarece que foi remunerado pelo trabalho de consultor na Raríssimas "muito antes" da entrada no Governo e acrescenta que respeitou na íntegra todo o quadro legal e ético.

  • O que vai mudar nos recibos verdes
    2:55

    Economia

    Os trabalhadores independentes vão descontar menos para a Segurança Social já no próximo ano. A taxa vai descer dos 29,6% por cento para os 21,4%. A descida será compensada por um aumento das contribuições pagas pelos patrões. Há também alterações em caso de desemprego e o subsídio de doença passa a ser pago ao fim de 10 dias em vez de 31.

  • Tripulantes da TAP acusam companhia de desrespeitar compromissos
    3:16

    Economia

    O Sindicato que representa os tripulantes da TAP acusa a empresa de estar a violar a lei. A companhia aérea portuguesa denunciou unilateralmente o acordo de empresa com os tripulantes e apresentou novas condições, que o sindicato considera indignas. Diz que os tripulantes fizeram esforços pela companhia no verão e que agora estão a ser desrespeitados.

  • Uma "Árvore da Esperança" pelas vítimas dos fogos
    2:01
  • Bebé nasce com coração fora do peito e sobrevive
    2:06
  • Zapatou volta a eleger os melhores vídeos da internet
    6:28