sicnot

Perfil

Mundo

Explosão de viatura no centro de Berlim causa um morto

galeria de fotos

Um carro explodiu esta manhã quando circulava numa rua no centro de Berlim. De acordo com a polícia alemã, a viatura estaria armadilhada. O motorista morreu e não há registo de mais vítimas do incidente. A pista de homicídio está a ser privilegiada pela investigação.

© Fabrizio Bensch / Reuters

© Fabrizio Bensch / Reuters

© Fabrizio Bensch / Reuters

© Reuters TV / Reuters

© Fabrizio Bensch / Reuters

© Reuters TV / Reuters

© Fabrizio Bensch / Reuters

© Reuters TV / Reuters

© Fabrizio Bensch / Reuters

© Fabrizio Bensch / Reuters

"As nossas investigações concluíram que a explosão da viatura foi causada por uma bomba", anunciaram as autoridades policias alemãs no Twitter.

O bairro Charlottenburg, onde o carro circulava no momento da explosão, foi totalmente isolado pela polícia, que está agora a recolher toda a informação sobre as causas da explosão. Os moradores foram aconselhados a permanecer em casa e manter as janelas fechadas.

"Partimos do princípio que se trata de homicídio", disse ao jornal Tagesspiegel Martin Steltner, responsável judicial de Berlin.

A explosão da viatura, uma carrinha Volkswagen, ocorreu quando o veículo estava em movimento e lançou o carro no ar. Nenhum edifício da zona foi afetado e também não há informações sobre danos noutras viaturas.

A identidade da vítima mortal é ainda desconhecida e as causas e circunstância da explosão estão por apurar.

Michael Merkle, responsável da polícia de Berlim, deslocou-se ao local do incidente, onde falou aos jornalistas. "Não podemos dizer nada sobre as causas, as investigações estão em curso", disse Merkle, citado pela BBC.

"Os peritos forenses que estão no local vão examinar o carro cuidadosamente, tudo será examinado. O departamento de homicídios também está no local para aprofundar a investigação", acrescentou.

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.